Traje espacial usado por Neil Armstrong está se desintegrando

Por Eduardo Hayashi | 30 de Agosto de 2018 às 07h54
Tudo sobre

NASA

Uma das maiores relíquias da exploração espacial está se deteriorando aos poucos. Estamos falando do traje utilizado por Neil Armstrong em sua missão histórica, que ficou marcada por ser a primeira vez que o Homem foi capaz de pisar em solo lunar.

De acordo com as informações recentes do New York Times, o museu do Instituto Smithsonian está trabalhando arduamente para conter o processo de desintegração do traje, que foi retirado em 2006 do Museu Nacional do Ar e Espaço após os primeiros sinais de deterioração começarem a surgir na vestimenta.

Em 2015, foi iniciada uma campanha no Kickstater para que as pessoas pudessem contribuir com os custos de restauração e de preservação  da peça histórica, embora nenhum desses processos tivesse sido capaz de impedir por completo todos os efeitos de desintegração do traje.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Neil Armstrong com o seu traje utilizado na missão espacial Apollo 11 (Imagem: NASA)

Segundo os especialistas, a principal causa disso é a presença do componente plástico Neoprene. O material faz com que a roupa se enrijeça com o tempo e, posteriormente, apresente sinais de rachaduras.

Conforme explicou o chefe de conservação no Museu Nacional do Ar e Espaço, Malcolm Collum, os plásticos presentes no traje espacial possuem características muito distintas entre si e cada um possui suas próprias formas de deterioração.

Para que o procedimento de preservação seja eficiente, é necessário que seja feita uma análise aprofundada de cada componente no traje para saber exatamente todos os componentes sintéticos usados nas camadas de revestimento.

Colum e toda a sua equipe estão trabalhando atualmente para que o traje usado por Neil Armstrong seja colocado em exposição em julho de 2019, durante as celebrações do aniversário de 50 anos desde a primeira viagem do Homem à Lua. No momento, a roupa é mantida em uma estrutura totalmente selada em constante temperatura de 17 ºC e com 30% de umidade no ar, além de diversos filtros para impedir a infiltração e ação de agentes contaminantes.

Fonte: New York TimesEngadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.