Sonda InSight pode ter detectado o primeiro "martemoto" no Planeta Vermelho

Por Patrícia Gnipper | 23 de Abril de 2019 às 16h41
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

A sonda InSight, da NASA, pousou em Marte em dezembro do ano passado com o objetivo de estudar o interior do Planeta Vermelho. Equipada com um equipamento chamado SEIS, a sonda é capaz de detectar os mais suaves tremores de terra, com o objetivo de estudar os "marsquakes" (ou "martemotos"), abalos similares aos nossos terremotos. Agora, parece que um primeiro martemoto acaba de ser detectado pelo equipamento.

Esses instrumentos medem vibrações da superfície marciana causadas pelo clima, também sendo capazes de detectar movimentos provenientes das profundezas do planeta, além de abalos causados por impactos de meteoritos. Quem opera o SEIS é a agência espacial francesa CNES, quem anunciou ter detectado "um sinal sísmico fraco, mas distinto", confirmando que ainda há atividade sísmica em Marte, conforme imaginado.

De acordo com Bruce Banerdt, da NASA, a detecção do martemoto "marca o nascimento de uma nova disciplina: a sismologia marciana". Contudo, o tremor identificado pela equipe francesa ainda precisa ser analisado melhor antes de se confirmar que se tratou mesmo de um martemoto, garantindo que o abalo veio de fato do interior do planeta. Outros três sinais semelhantes, ainda que mais fracos, já foram detectados pelo equipamento. Ao estudar informações sobre a atividade interna de Marte, o objetivo é entender melhor sua formação bilhões de anos atrás.

Animação mostra o instrumento SEIS sendo posicionado no solo marciano (Imagem: NASA)

Fonte: Phys.org

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.