Sobrevivente de câncer viajará ao espaço com a SpaceX em missão 100% civil

Sobrevivente de câncer viajará ao espaço com a SpaceX em missão 100% civil

Por Danielle Cassita | 22 de Fevereiro de 2021 às 16h45
Reprodução/Inspiration4

No fim deste ano, a missão Inspiration4 será lançada com um foguete Falcon 9, da SpaceX, levando a primeira tripulação completamente composta por civis para passar alguns dias na órbita da Terra. A missão terá objetivo filantrópico e será comandada pelo empreendedor Jared Isaacman. Agora, uma entre os tripulantes que estarão na cápsula Crew Dragon acaba de ser revelada: Hayley Arceneaux, uma médica assistente de 29 anos que sobreviveu ao câncer durante a infância.

Na verdade, nem ela sabia ter um assento garantido até o início de janeiro. Os funcionários da instituição St. Jude Children's Research Hospital, onde ela trabalha, simplesmente disseram, de forma vaga, que havia uma oportunidade que queriam discutir com ela. Inicialmente, Arceneaux pensou que se tratava de um comercial ou de uma palestra em algum lugar. Depois de saber que a oportunidade era para se tornar uma astronauta civil, ela imediatamente aceitou. Ela e Isaacman já visitaram as instalações da SpaceX para se encontrar com engenheiros e começar a planejar a viagem.

Além de ser o comandante da missão, Isaacman vai doar os outros assentos da cápsula Crew Dragon para pessoas que irão representar causas de impacto. Um será direcionado a uma pessoa que contribuiu para a arrecadação de fundos para o hospital em um concurso, e o outro vai para o vencedor de uma competição patrocinada pela Shift4Shop. Juntos, eles irão representar os pilares da liderança, prosperidade, generosidade e esperança — este último é simbolizado por Arceneaux.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O convite foi fornecido pelo mesmo hospital em que ela iniciou o tratamento contra o câncer em 2002, aos 10 anos, após sua família identificar um inchaço estranho na perna esquerda. Hoje, Arceneaux continua ajudando os pacientes do St. Jude Children's Research Hospital como médica assistente, e disse que a atitude positiva que desenvolveu durante as etapas difíceis do tratamento vão ajudá-la a enfrentar os desafios do voo espacial, além de inspirar os pacientes: “eles vão poder ver uma sobrevivente do câncer no espaço, especialmente uma que passou pela mesma coisa que eles”, comentou. “Vai ajudá-los a visualizar o futuro”.

Durante seu tratamento, Arceneaux precisou de algumas próteses metálicas para substituir os ossos de sua perna esquerda. Assim, a missão Inspiration4 representa uma nova oportunidade para a diversidade, já que ela vai se tornar a primeira pessoa a ir para o espaço com uma prótese corporal. Os requisitos que a NASA exige para a seleção novos astronautas profissionais não permitem a participação de pessoas com deficiência."Até essa missão, era preciso ser fisicamente perfeito, mas essa missão está mudando as coisas; ser uma sobrevivente do câncer no espaço é uma honra incrível", disse ela.

Além disso, Arceneaux também será a norte-americana mais jovem a ir para o espaço. Até então, o título era de Sally Ride, que voou para o espaço aos 31 anos, em 1983. Já a cosmonauta Gherman Titov é a viajante espacial mais jovem do mundo — ela tinha apenas 26 anos quando voou a bordo da nave Vostok 2 em agosto de 1961. Ainda não há data certa para o lançamento da Inspiration4, mas é esperado que a missão lançada no fim do ano. A nave irá orbitar a Terra a cada 90 minutos e, ao fim da missão, reentrará na atmosfera para pousar no litoral da Flórida.

Fonte: Space.com, New York Times

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.