Satélies Starlink, da SpaceX, foram avistados no céu noturno (e tem vídeo!)

Por Patrícia Gnipper | 27 de Maio de 2019 às 14h30
SatTracCam Leiden Blog
Tudo sobre

SpaceX

Saiba tudo sobre SpaceX

Ver mais

Na semana passada, Elon Musk e sua SpaceX conseguiram lançar, com sucesso, os 60 primeiros satélites do projeto Starlink, que formará uma "constelação de satélites" na órbita terrestre com o objetivo de fornecer internet de alta velocidade a qualquer região do planeta. Agora, um rastreador de satélites holandês conseguiu encontrar no céu noturno quase todos eles — e registrou a observação em vídeo.

Marco Langbroek administra o site SatTrackCam Leiden Blog, onde postou as imagens em questão. Ele conta ali que avistou pelo menos 56 dos 60 satélites. No vídeo, os satélites da Starlink passam brilhando no céu escuro, deixando um rastro de luzes em movimento. Esses equipamentos foram posicionados a 440 km acima da Terra, com a órbita final ficando estabelecida em 550km acima. Elon Musk, por meio do Twitter, confirmou há alguns dias que os satélites estão em ordem, dizendo que "até agora, está tudo bem".

Como Langbroek já sabia a altitude em que os satélites estariam, ele considerou a inclinação orbital para estimar onde eles apareceriam no céu no instante da observação, que foi feita na sexta-feira (24). Para o registro, ele usou uma câmera de vigilância de baixo nível de luz, a WATEC 920H, equipada com uma lente de 50mm para a captura.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Com a Starlink, a expectativa da SpaceX é fornecer conexão via satélite a velocidades na casa de 1 Gpbs. Para começar a operar minimamente, a empresa precisa fazer pelo menos 60 lançamentos com 5 dúzias de aparelhos por voo para que uma transmissão razoável seja oferecida. Depois disso, mais 12 lançamentos serão necessários para que a transmissão seja considerada moderada. Então, somente quando os 12 mil satélites que compõem o projeto forem lançados é que Musk garante a alta velocidade e qualidade na oferta do sinal global..

Além da SpaceX, outras empresas também estão investindo em projetos similares envolvendo internet via satélite para o mundo todo. Uma delas é a OneWeb, que em fevereiro lançou os 6 primeiros satélites de sua frota, que prevê quase 2 mil satélites no total. Outra é a Blue Origin, de Jeff Bezos: o projeto Kuiper quer colocar em órbita 3.236 satélites com o mesmo objetivo das rivais.

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.