Rússia leva mantimentos da Terra para Estação Espacial em menos de 4 horas

Por Wagner Wakka | 10 de Julho de 2018 às 16h05
Nasa TV

A Rússia registrou um novo marco para missões espaciais. O país conseguiu levar uma espaçonave de carga em um intervalo recorde de apenas quatro horas entre a estação de lançamento no Cazaquistão e a Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês) em menos de quatro horas.

Às 18h51 desta segunda (9), o cargueiro chamado Progress 70 com suprimentos foi lançado da estação Baikonur Cosmodrome no Cazaquistão. A carga foi lançada usando um foguete Soyuz-2 e apenas três horas e quarenta minutos depois estava na ISS.

Com isso, a missão se transformou na mais veloz para a ISS, sendo que o recorde anterior era de cerca de seis horas.

Assista Agora: Gestor, descubra os 5 problemas que suas concorrentes certamente terão em 2019. Comece 2019 em uma nova realidade.

Ao todo, a embarcação pesa três toneladas e carregou comida, combustível e alguns outros itens para os astronautas da Estação.

Para conseguir chegar no tempo recorde, a espaçonave deu duas voltas na órbita terrestre, chegando ainda ao seu destino 8 minutos antes do previsto. O recorde anterior, também da Rússia com o foguete Soyuz, precisou de quatro voltas na Terra para fazer o mesmo caminho.

Esta foi a terceira vez que os russos tentaram bater o recorde. Em outubro do ano passado e fevereiro deste ano, já haviam sido feitas viagens do tipo, mas ambas demoraram dois dias para conclusão. O problema teria sido que os dois lançamentos atrasaram, fazendo que a rota ideal de órbita para o trajeto não pudesse ser usada.

De acordo com a NASA, este cargueiro se manterá atracado à ISS até janeiro do ano que vem.

Além da Progress, outras duas missões recentemente levaram suprimentos para a Estação. A primeira delas foi um cápsula Dragon, da SpaceX e a espaçonave Cygnus, da empresa americana Northrop Grumman.   

Fonte: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.