Rover Opportunity consegue capturar luz solar em Marte e pode voltar à vida

Por Natalie Rosa | 31 de Agosto de 2018 às 15h30
Tudo sobre

NASA

Com a chegada de uma enorme tempestade de poeira em Marte no dia 10 de junho, o rover Opportunity, que vem explorando o Planeta Vermelho desde 2004, está passando por altos e baixos.

Desde o incidente, o robô ficou coberto de areia e não estava respondendo seus controladores — afinal, suas baterias são recarregadas por meio de energia solar e, portanto, a tempestade gigantesca estava impedindo o recebimento de raios do Sol. Mas, depois de um tempo sem notícias, a NASA resolveu se pronunciar sobre a situação atual do robô, depois de afirmar estar otimista para a sua recuperação.

Segundo a agência espacial norte-americana, o local em que está localizado o Opportunity não está mais sofrendo tanto com a tempestade areia, mas a saúde do robô ainda não está clara. Livre de areia, o rover finalmente voltará a ser atingido pela luz solar, recarregando suas baterias — e a NASA diz que o que pode ser feito agora é esperar.

Assista Agora: Saiba quais são os 5 maiores problemas das empresas brasileiras e comece 2019 em uma realidade completamente diferente.

"Se não ouvirmos resposta em 45 dias, a equipe será obrigada a concluir que a poeira que bloqueou a luz solar e o resfriamento marciano colaboraram para causar algum tipo de falha que, provavelmente, fará com que o robô não consiga se recuperar", conta o gerente de projeto do Opportunity, John Callas.

A agência espacial não vai desistir de continuar ouvindo o robô até o prazo final do projeto. O Opportunity chegou em Marte em 2004 e a missão original deveria durar apenas 90 dias, tempo que teve um grande e surpreendente aumento devido ao seu desempenho, 60 vezes a mais que o esperado.

Fonte: CNET

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.