Protótipo SN9 do Starship passa por últimos testes; voo pode acontecer logo

Por Danielle Cassita | 22 de Janeiro de 2021 às 17h25
Reprodução/Johnkrausphotos/Twitter
Tudo sobre

SpaceX

Saiba tudo sobre SpaceX

Ver mais

O protótipo SN9 do foguete Starship, da SpaceX, pode estar mais próximo do que nunca de seu primeiro voo: na manhã desta sexta-feira (22), o SN9 passou por seu quinto teste de ignição estática, no qual seus três motores Raptor foram ativados rapidamente enquanto o foguete se manteve preso ao solo. O procedimento ocorreu nas instalações da empresa, que ficam no Texas.

O novo teste foi realizado após a ocorrência de alguns problemas no motor do veículo durante as ignições ocorridas na semana passada, em outro teste: foram feitas três ignições e, depois de algumas inspeções, dois dos três motores Raptor precisaram ser trocados. Apesar de haver a possibilidade de o lançamento estar próximo, ainda havia a pendência de testar os motores substituídos para verificar se iriam funcionar sem nenhum problema durante o teste final.

Confira a filmagem dos testes feitos hoje:

A ignição estática é um procedimento comum feito antes dos voos de novos foguetes. Se tudo correr bem na análise dos dados do teste de hoje, é possível que os itens na lista de pendências a serem resolvidas antes de um teste de alta altitude tenham sido finalmente eliminados, tanto que existe a possibilidade de o voo ocorrer já na próxima semana.

É bastante provável que o voo do SN9 seja parecido com o do seu antecessor SN8. Ali, o veículo chegou à altitude de 12,5 km e passou por praticamente todas as etapas com sucesso, mas foi ao pousar que o foguete acabou descendo um pouco mais rápido do que deveria e explodiu. Por isso, no caso do SN9, é esperado que ocorra um pouso suave e feito corretamente. Entretanto, a data para o voo ainda não é certa e pode haver alguma mudança na altitude do procedimento devido às condições climáticas locais e, principalmente, à força do vento. Se for necessário, o foguete poderá ter novas janelas de lançamento.

A empresa enfrentou alguns obstáculos com os primeiros protótipos do veículo: o SN1, por exemplo, acabou completamente amassado durante o teste criogênico, enquanto o SN3 acabou destruído. Já o SN4 explodiu e tanto o protótipo quanto a plataforma de lançamentos acabaram destruídos.A SpaceX vem trabalhando no veículo Starship para que, futuramente, leve cargas e até 100 pessoas para a Lua, Marte e outros destinos no espaço. Assim, o sistema de transporte para a ambiciosa empreitada é composto pelo Starship e o poderoso booster Super Heavy, que, além de serem reutilizáveis, as versões finais de ambos terão seis e 30 motores Raptor, respectivamente.

Fonte: Space.com, NASASpaceflight

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.