O que é equinócio e o que é solstício?

O que é equinócio e o que é solstício?

Por Wyllian Torres | Editado por Rafael Rigues | 17 de Abril de 2022 às 18h00
NASA/GSFC/Genna Duberstein

Enquanto a Terra percorre sua longa trajetória ao redor do Sol, a quantidade de raios solares que atingem os hemisférios norte e sul oscila, marcando o equinócio e solstício, bem como as estações do ano. Mas esses dois fenômenos astronômicos só ocorrem por causa do eixo do planeta, que é levemente inclinado. Afinal, o que é equinócio e o que é solstício?

Equinócio e solstício ocorrem exclusivamente por causa da inclinação do eixo da Terra e sua trajetória ao redor do Sol (Imagem: Reprodução/NASA)

Para entender o que é equinócio e o que é solstício é necessário relembrar os movimentos mais fundamentais realizados pela Terra. A trajetória que nosso planeta cumpre ao redor do Sol ao longo de um ano chama-se plano orbital — uma referência para posicionar o planeta em relação à estrela. Em comparação ao plano orbital (ou plano elíptico), o eixo da Terra tem uma inclinação aproximada de 23,4°.

No entanto, a inclinação não varia com o ano. Isso significa que o polo norte sempre aponta em direção à estrela Polaris, localizada no hemisfério celestial norte; enquanto o polo sul aponta para a estrela Polaris Australis, situada no hemisfério celestial sul.

O que é solstício

Durante seis meses do ano, o polo sul está mais inclinado para o Sol e, ao mesmo tempo, o polo norte mais afastado dele. Nos outros seis meses, acontece o contrário: polo norte mais inclinado em direção ao Sol e o polo sul, mais afastado. Esses dois momentos são chamados solstícios.

O solstício é quando o Sol está acima ou abaixo da linha do equador, de modo que um hemisfério recebe mais luz que o outro (Imagem: Reprodução/Byron Inouye/UH Manoa)

A palavra “solstício” significa “Sol parado”, porque, durante esse evento astronômico, um hemisfério está recebendo mais luz solar em relação ao outro.

O solstício de verão é quando aquele hemisfério que está mais inclinado para o Sol recebe mais luz dele e, portanto, os dias são mais longos e as noites curtas. Já o solstício de inverno é o oposto: o hemisfério inclinado para longe do Sol tem uma menor incidência de raios solares, e as noites são mais longas do que os dias.

Quando é solstício de inverno no hemisfério norte, é solstício de verão no hemisfério sul — e vice-versa (Imagem: Reprodução/NASA)

O solstício pode ser entendido como quando o Sol está mais distante do equador, acima ou abaixo dele, em algum dos trópicos Quando o Sol está ao sul do equador celeste, ele encontra-se no trópico de Capricórnio. Quando ele está ao norte do equador, posiciona-se no trópico de Câncer.

O solstício, portanto, ocorre duas vezes ao ano. O primeiro acontece em junho, quando o Sol está acima do equador celeste e, o segundo, em dezembro, quando o astro-rei está abaixo do equador celeste.

O que é equinócio

Embora os hemisférios norte e sul da Terra recebam quantidades desiguais de raios solares em dois momentos do ano, em outros dois eles recebem a mesma quantidade: os chamados equinócios. Nesses dois fenômenos, nenhum dos polos está inclinado para o Sol.

Do lado esquerdot emos a Terra durante os solstícios. À direita, a Terra durante os equinócios, onde ambos os hemisférios recebem a mesma quantidade de luz solar (Imagem: Reprodução/NASA/Robert Simmon)

Assim como os solstícios, os equinócios também ocorrem duas vezes ao ano quando o movimento aparente do Sol passa exatamente no equador celeste. Com isso, os raios solares incidem de maneira igual entre os hemisférios norte e sul da Terra.

A palavra equinócio, aliás, quer dizer “noite igual ao dia”, ou seja, em dois momentos do ano tanto o dia quanto a noite têm a mesma duração, dando origem ao equinócio de primavera e ao equinócio de verão — os quais também ocorrem de maneira invertida em cada hemisfério.

O equinócio de primavera no hemisfério sul acontece no mês de setembro, quando noite e dia duram 12 horas; e o solstício de outono, em março. Enquanto isso, no hemisférico norte ocorre o solstício de outono e, apesar das estações opostas, dia e noite também têm a mesma duração.

Diferença entre equinócio e solstício

Como falado anteriormente, solstício e equinócio são fenômenos astronômicos resultantes da inclinação do eixo da Terra e da sua órbita ao redor do Sol, cujos movimentos produzem as estações do ano. Ainda assim, ambos são fundamentalmente diferentes.

A seguir, o equinócio e o solstício observados a partir do espaço:

A principal diferença entre equinócio e solstício, portanto, é que o equinócio, além de significar que os dois hemisférios da Terra recebem quantidades relativamente iguais de luz solar, anuncia a chegada da primavera e do outono — sempre opostos entre os hemisférios.

Já o solstício, indica que um hemisfério está recebendo mais luz solar em relação ao outro e, simultaneamente, marca a chegada do verão e do inverno que, assim como primavera e outono, ocorrem de maneira inversa entre os hemisférios norte e sul.

Fonte: NASA (1, 2, 3), Britannica, Time and Date

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.