Nova imagem de estrela mostra polarização do seu disco de poeira

Por| Editado por Patricia Gnipper | 16 de Novembro de 2023 às 16h11

Link copiado!

NSF/AUI/NRAO/B. Saxton/Stephens et al.
NSF/AUI/NRAO/B. Saxton/Stephens et al.

O telescópio Atacama Large Millimeter/submillimeter Array (ALMA) tirou foto em alta resolução da estrela HL Tauri. Ela é um objeto jovem encontrado a 480 anos-luz da Terra cercado por um disco protoplanetário, cujas cavidades indicam possíveis planetas em formação.

A formação dos planetas acontece quando grãos de poeira no disco colidem e se unem, ficando cada vez maiores; de pouco a pouco, eles podem formar objetos parecidos com aqueles no Sistema Solar. O processo é complexo, e os cientistas ainda não o entendem totalmente.

Estes grãos de poeira podem ser estudados por meio da polarização, ou seja, a direção da luz que emitem. A polarização de HL Tauri já foi medida em outros estudos, mas agora, o pesquisador Ian Stephens e seus colegas capturaram uma imagem dela em detalhes sem precedentes.

Continua após a publicidade

A imagem foi feita por meio de 10 vezes mais medidas de polarização do que qualquer outro disco, e 100 vezes mais do que já foi obtido da maioria destas estruturas. Segundo os autores, esta é a imagem de polarização mais profunda já feita de um disco protoplanetário.

Sua resolução é de cinco unidades astronômicas (distância equivalente àquela entre o Sol e Júpiter), e revelou que a polarização é maior nas cavidades do disco do que nos anéis, onde há mais poeira. “Esta nova publicação deixa claro que a alta resolução é necessária para as observações de polarização revelarem os detalhes sobre os grãos de poeira”, escreveram os autores.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Nature.

Continua após a publicidade

Fonte: Nature; Via: ALMA