NASA descobre novos tipos de compostos orgânicos nas plumas de Encélado

Por Patrícia Gnipper | 02 de Outubro de 2019 às 16h40
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

No ano passado, dados da missão Cassini, que estudou Saturno e suas luas, permitiram a confirmação da existência de moléculas orgânicas complexas e insolúveis em Encélado, lua congelada do planeta gasoso onde há um oceano subterrâneo no estado líquido. Agora, a NASA anuncia a descoberta de novos tipos de compostos orgânicos, menores e solúveis, por lá, reforçando a importância de se estudar este satélite natural tão intrigante. Afinal, moléculas orgânicas são essenciais para a existência de vida.

Os novos tipos de compostos orgânicos foram descobertos nas plumas de Encélado — há rupturas na superfície que expelem o líquido interior e, desta maneira, a Cassini conseguiu obter informações sobre o fenômeno. A NASA explica que "poderosas fontes hidrotermais ejetam material do núcleo de Encélado, que se mistura com a água do imenso oceano subterrâneo da lua antes de ser liberado no espaço como vapor d'água e grãos de gelo" e "as moléculas recém-descobertas, condensadas nos grãos de gelo, foram determinadas como compostos contendo nitrogênio e oxigênio".

Nesta foto tirada pela Cassini, vemos Encélado em frente ao Sol expelindo jatos de líquidos para acima da superfície (Foto: NASA)

Aqui na Terra, compostos semelhantes participam de reações químicas que produzem aminoácidos, um dos blocos de construção da vida. E as fontes hidrotermais no fundo do oceano são quem fornece a energia para alimentar esas reações. Como há fontes hidrotermais em Encélado, a descoberta dos novos compostos orgânicos sugere que, de repente, existem aminoácidos sendo produzidos por lá.

"Se as condições estiverem corretas, essas moléculas vindas do oceano profundo de Encélado podem estar no mesmo caminho de reação que vemos aqui na Terra. Ainda não sabemos se aminoácidos são necessários para a vida além da Terra, mas encontrar essas moléculas é uma peça importante do quebra-cabeça", declarou Nozair Khawaja, líder da pesquisa do momento, publicada no periódico Monthly Notices da Sociedade Astronômica Internacional.

"Este trabalho mostra que o oceano de Encélado tem blocos reativos em abundância, e é outra luz verde na investigação da habitabilidade de Encélado", acrescentou o co-autor do estudo, Frank Postberg. A missão Cassini foi encerrada em 2017, mas os dados obtidos por ela produzirão estudos por décadas. Então Saturno e seu sistema de luas ainda tem muito a nos revelar!

Fonte: NASA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.