NASA adia lançamento da missão Artemis I após anomalia no motor do foguete SLS

NASA adia lançamento da missão Artemis I após anomalia no motor do foguete SLS

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 21 de Dezembro de 2021 às 13h20
NASA

O lançamento da missão Artemis I será adiado para algum momento entre março e abril de 2022. Anteriormente, a NASA havia planejado lançá-la em fevereiro do ano que vem. A mudança foi decidida após a instalação da cápsula Orion no topo do foguete Space Launch System (SLS), que indicou um problema nos controladores de voo em um dos motores do veículo.

A NASA explica que, após realizar uma sequência de inspeções e soluções de problemas, os engenheiros determinaram que o melhor a se fazer em relação à anomalia é substituir o componente do motor para que o foguete retorne à funcionalidade e redundância completas, enquanto continuam investigando o que está por trás do ocorrido.

Cápsula Orion e o foguete SLS nas instalações do Kennedy Space Center (Imagem: Reprodução/NASA/Cory Huston)

Agora, a NASA está trabalhando em um novo plano e cronograma atualizados, para substituir o controlador enquanto avança nos testes integrados e analisa oportunidades de lançamento entre março e abril. Enquanto isso, a agência espacial testará outros componentes do veículo, sistemas de comunicação e da sequência de contagem regressiva, voltados para demonstrar o funcionamento do SLS e da Orion.

A missão Artemis I será a primeira do Programa Artemis, que levará astronautas novamente à superfície lunar. Durante a missão, a cápsula Orion será lançada pelo Space Launch System para orbitar a Lua. A nave não terá uma tripulação em seu interior e deverá passar de quatro a seis semanas no espaço, retornando para um pouso no litoral da Califórnia. Quando estiver pronto, o SLS será o foguete mais potente já construído.

A anomalia do motor do foguete SLS

O Space Launch System conta com um propulsor central equipado com quatro motores RS-25, cada um com um controlador de voo independente. Os controladores são como o “cérebro” de cada motor, e se comunicam com o SLS para proporcionar controle de precisão do motor e diagnósticos de estado interno. Cada controlador tem dois canais internos — e, no caso desta falha recente, um dos que equipam o motor 4 não foi ativado corretamente.

Esquema da trajetória da missão Artemis I, ainda sem data definida para o lançamento (Imagem: Reprodução/NASA)

Atualmente, o sistema completo para a Artemis I (formado pelo foguete e pela cápsula) estão nas instalações do Kennedy Space Center para passar por testes finais antes do lançamento. Assim, para a NASA poder definir uma nova data para o lançamento, ainda será preciso cumprir uma série de procedimentos, como o abastecimento dos tanques do foguete e a instalação de sistemas para abortar o voo no caso de uma emergência.

Entre estes testes, há também um “ensaio” para o lançamento. Trata-se de um procedimento em que as equipes executam cada uma das etapas dos preparativos para um lançamento propriamente dito, incluindo o abastecimento de propelente no foguete. Por isso, a NASA ainda irá esperar o sucesso deste teste para somente depois marcar a nova data da Artemis I.

Fonte: NASA; Via: Space.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.