Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Mancha solar 15 vezes maior que a Terra libera explosão forte

Por| Editado por Luciana Zaramela | 09 de Maio de 2024 às 16h36

Link copiado!

NASA/SDO/AIA/131
NASA/SDO/AIA/131

A mancha solar AR3664 continua agitada. Nesta quinta (9), a formação liberou explosões entre 00h e 14h. Duas delas foram de classe X, categoria que inclui os eventos mais intensos, chegando ao auge às 6h13 no horário de Brasília. 

As explosões solares acontecem quando a energia armazenada nos campos magnéticos solares é liberada de forma repentina. Em poucos minutos, elas aquecem o plasma solar a milhões de graus e produzem radiação no espectro eletromagnético inteiro. 

Desta vez, foram registradas quase 20 explosões desde a manhã de quarta (8). Nas últimas horas, nosso astro produziu explosões classificadas como X 1 e X 2,3 categoria que inclui eventos capazes de causar apagões de rádio. Quanto maior o número, mais forte é a explosão.

Continua após a publicidade

Houve também 15 explosões da classe M, e outras duas da classe C. Nestes casos, os efeitos são menos intensos, e incluem blecautes de rádio temporários nas regiões polares da Terra. Nesta quinta (9), foram registrados apagões de rádio na Europa e na África.

Os fenômenos se juntam a outros já causados pela mancha AR3664. Desde o dia 3 de maio, esta região já lançou ao espaço cinco erupções da classe X e outras 20 classificadas como M. 

Mancha solar AR3664 

As manchas solares são regiões na superfície do Sol que podem causar explosões e ejeções de massa coronal. Elas têm cor escura porque são mais frias que seus arredores, e a quantidade em que aparecem indicam o nível de atividade solar. 

A AR3664 se estende por quase 20 mil quilômetros de ponta a ponta, ou seja, é 15 vezes maior que a Terra. Aliás, ela é tão grande que pode ser comparada à mancha que causou o Evento de Carrington, nome dado a uma das maiores tempestades geomagnéticas já vistas.

Fonte: Spaceweather