Publicidade

Fotos do cometa Nishimura mostram partículas do Sol se chocando com cauda

Por| Editado por Patricia Gnipper | 03 de Outubro de 2023 às 11h00

Link copiado!

NASA/Dan Bartlett
NASA/Dan Bartlett

O observatório STEREO-A, da NASA, acompanhou o cometa C/2023 P1 (Nishimura) enquanto se aproximava do Sol, recebendo uma chuva de partículas causada por uma ejeção de massa coronal. O fenômeno foi tão intenso que poderia ter destruído a cauda do cometa.

Karl Battams, do Laboratório de Pesquisa Naval, combinou as fotos do encontro na animação abaixo, que mostra a cauda do cometa sofrendo os efeitos das partículas solares nela.

Confira:

Continua após a publicidade

O cometa aparece em movimento nas imagens, enquanto o outro ponto brilhante é Marte. Embora pareça que ambos estavam bem próximos um do outro, vale lembrar que o Planeta Vermelho estava a milhões de quilômetros do Nishimura.

Em 17 de setembro, o cometa fez sua aproximação máxima do Sol e ficou a mais de 30 milhões de quilômetros do nosso astro. O encontro poderia ter destruído-o, mas as imagens sugerem que ele resistiu à visita à nossa estrela, e agora está seguindo viagem para longe dela.

A má notícia é que o Nishimura deve levar algumas centenas de anos até se aproximar outra vez da Terra. Devido ao período orbital, a próxima passagem deste objeto por nosso planeta vai acontecer somente em 2458.

Continua após a publicidade

Fonte: SpaceWeather