ExoMars: missão que buscará sinais de vida em Marte é adiada para 2022

ExoMars: missão que buscará sinais de vida em Marte é adiada para 2022

Por Daniele Cavalcante | 12 de Março de 2020 às 15h05
ESA

Foi adiada para 2022 a nova empreitada da missão ExoMars, desenvolvida em parceria entre a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Agência Espacial Federal Russa (Roscosmos). A equipe analisou os riscos e as recomendações dos inspetores europeus e russos, e concluiu que será preciso mais tempo para realizar todos os testes necessários com sucesso.

No início de março, a equipe precisou adiar os próximos testes com paraquedas do rover Rosalind Franklin, que estavam agendados para algum momento entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020. Os paraquedas, que são essenciais para garantir o pouso seguro do novo veículo em Marte, apresentaram falhas em testes realizados em agosto.

Em uma reunião para discutir o assunto, os chefes da ESA e da Roscosmos, Jan Wörner e Dmitry Rogozin, concordaram que vão precisar de mais testes com o hardware e o software do maquinário. Além disso, as últimas atividades da missão antes do lançamento estão comprometidas pela pandemia do novo coronavírus. Com os riscos de contaminação, os especialistas “praticamente não têm possibilidade de prosseguir em viagens para indústrias parceiras”, disse o diretor da Roscosmos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Simulação do rover Rosalind Franklin em terreno marciano

De acordo com o diretor-geral da ESA, os envolvidos querem “ter 100% de certeza de uma missão bem-sucedida”. Com mais verificação e testes, eles poderão “garantir uma viagem segura e os melhores resultados científicos em Marte".

Ainda assim, as coisas já estão bem adiantadas. O hardware de voo necessário para o lançamento já foi integrado à nave, a plataforma de pouso já está equipada com treze instrumentos científicos e o rover Rosalind Franklin passou recentemente nos testes finais térmicos e de vácuo na França. Testes de paraquedas foram concluídos com sucesso no Laboratório de Propulsão a Jato da NASA e os dois testes finais de queda de alta altitude estão prestes a acontecer em março.

Mesmo que as coisas fiquem prontas antes, o novo cronograma prevê um lançamento entre agosto e outubro de 2022. É que só nessa época teremos outra janela ideal para um lançamento a Marte, que é quando a posição dos planetas possibilitará a viagem até lá no menor tempo possível, consumindo uma menor quantidade de combustível e, assim, economizando recursos. Isso acontece apenas a cada dois anos.

A ExoMars será a primeira missão a procurar sinais de vida na profundidade de até dois metros abaixo da superfície marciana, onde as assinaturas biológicas da vida podem ser bem preservadas, caso existirem. Para isso, o rover é equipado com uma broca capaz de perfurar a sub-superfície do planeta. Também haverá um mini laboratório de pesquisa para analisar e procurar possíveis bioassinaturas. Outro objetivo da missão é desvendar a história da água no planeta.

Fonte: ESA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.