Ex-tenente nos EUA diz que observou OVNIs diariamente durante quase dois anos

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 17 de Maio de 2021 às 14h20
Reprodução/60Minutes/Twitter

Relatos de objetos voadores não identificados (OVNIs) não são recentes — tanto que, em breve, uma força-tarefa do Pentágono deverá publicar um relatório sobre o avistamento de objetos estranhos avistados no céu. Enquanto o relatório não é revelado, cada vez mais pilotos vêm a público relatar as experiências que tiveram com esses avistamentos. O ex-tenente naval Ryan Graves foi um destes militares, que revelou um pouco de suas experiências em uma entrevista à CBS News. 

Ele relatou que, durante quase dois anos, viu objetos voadores não identificados realizando manobras estranhas em um espaço aéreo restrito que ficava próximo da cidade de Virginia Beach, nos Estados Unidos. Para ele, os objetos podem representar uma ameaça real: “se esses forem jatos táticos de outros países que estavam passando por lá, isso pode ser um grande problema”, comentou. Sempre vale destacar que, embora estes objetos despertem curiosidade devido ao mistério envolvendo suas verdadeiras naturezas, não significa que esta e outras observações foram de naves espaciais de vidas inteligentes extraterrestres.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Confira a publicação abaixo, com alguns trechos de registros dos objetos:

Como se trata de alguma tecnologia que não pôde ser identificada, Graves acredita que há chances altas de ser o caso de um programa de observação em andamento — e, para ele, pode se tratar de alguma empreitada tecnológica da China ou da Rússia. Já Luis Elizondo, outro entrevistado, trabalhou com operações de inteligência militar durante 20 anos e, em 2008, foi convidado para o Programa de Identificação de Ameaças Aeroespaciais Avançadas (AATIP), do Pentágono. Ele conta ter observado objetos que parecem ter tecnologias bastante avançadas: “imagine uma tecnologia que consegue alcançar forças de 6 a 700 g, voar a 20 mil km/h e evadir radares”, diz. 

Estes objetos seriam capazes de voar pela água, ar e chegar ao espaço, mas não mostraram sinais de propulsão ou asas: “Não digo que não soe loucura, mas que é real. A pergunta é: o que são? Quais são as intenções e capacidades desses objetos?”, perguntou ele. Embora outros pilotos já tenham revelado experiências parecidas, Graves ressaltou a atenção que o assunto exige: “como parecem um pouco diferentes, não estamos dispostos a realmente encarar o problema”, disse. “Estamos felizes em ignorar o fato de que estão lá, nos observando diariamente”. 

Ainda não é possível saber exatamente se estes veículos são, de fato, alguma tecnologia extremamente avançada, e menos ainda quais seriam finalidades deles. Assim, será preciso aguardar a publicação do relatório e das respostas para estas e outras perguntas — o que evita especulações sobre a ocorrência de naves espaciais alienígenas.

Fonte: Futurism, CBS News

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.