Empresas privadas se unem para criar braço robótico capaz de manipular satélites

Por Danielle Cassita | 02 de Setembro de 2020 às 22h00
Momentus

Nesta terça-feira (1), a Made In Space Europe, empresa subsidiária da Redwire que produz tecnologias robóticas para facilitar a industrialização do espaço, anunciou que é a mais nova parceira da Momentus. A ideia desta novidade é que, juntas, as empresas trabalhem em uma missão robótica cooperativa, com lançamento estimado para 2022.

De acordo com o comunicado, o veículo de transferência Vigoride, da Momentus, deverá receber um braço robótico da Made in Space. Assim, este braço será utilizado pelo Vigoride para manipular satélites, de modo que possam se mover para novas órbitas. Até o momento, a Momentus anunciou acordos com empresas que planejam integrar seus pequenos satélites ao Vigoride até o lançamento.

Representação do veículo Momentus Vigoride com braço robótico (Imagem: Made In Space Europe)

Harrison Pitman, especialista de desenvolvimento de produtos da Made In Space Europe, explicou que, se o Vigoride tivesse um braço robótico, poderia capturar e mover satélites para orbitarem antes do veículo, ou satélites viajando no mesmo veículo de lançamento porém sem estarem fixos a ele. Além disso, ele ressalta também a vantagem dos braços robóticos: “eles são preferíveis aos métodos tradicionais de acoplagem, porque permitem que uma gama maior de naves seja atendida pelo Vigoride”.

Assim, a missão planejada para 2022 deverá mostrar como estes braços robóticos podem melhorar os transportes espaciais. “Estamos buscando evoluir, de forma crítica, a viabilidade destas tecnologias avançadas e comerciais, trabalhando com um sistema completamente integrado”, declarou Jaroslaw Jaworski diretor-geral da Made In Space Europe. Em entrevista para o portal Via Satellite, ele pontuou também que esta será a primeira missão planejada em que os braços robóticos da empresa serão usados para transporte espacial. “Nossos braços robóticos podem ser aumentados ou reduzidos para otimizar a massa, volume e performance para quase qualquer operação em diversos ambientes orbitais”.

As novidades da Momentus não param por aí: a empresa anunciou também um acordo para integrar dois dispositivos contendo nove naves PocketCube, da empresa Fossa Systems, com a segunda missão de demonstração do Vigoride. Esta missão deverá ocorrer no início de 2021, a bordo de um foguete Falcon 9, da SpaceX. Os PocketCubes são pequenas naves que podem ser combinadas para criar satélites de diversos tamanhos. A PocketQubes Fossa planeja lançar cargas úteis de comunicação e observação da Terra.

Fonte: SpaceNewsVia Satellite

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.