Siga o @canaltech no instagram

É o fim | Mars One, startup para colonização de Marte, confirma falência

Por Rafael Rodrigues da Silva | 11 de Fevereiro de 2019 às 18h24

A Mars One, startup que tinha como objetivo criar a primeira colônia humana para colonizar Marte, está oficialmente fora de órbita. A Mars Ventures — a divisão da do projeto Mars One que visava lucros — declarou falência no final de janeiro, mas ninguém da empresa avisou o público sobre o pedido, que foi descoberto apenas este mês por um editor do Reddit.

Criada por Bas Lansdorp, a Mars One era dividida em dois setores principais: a Mars One Foundation (uma entidade sem fins lucrativos) e a Mars One Venture — essa última declarada falida pelo governo Suíço no dia 15 de janeiro deste ano, quando possuía um valor estimado de U$100 milhões. Já o braço britânico da empresa, Mars One Ventures PLC, ainda não declarou falência oficial, mas está listada como uma empresa dormente e com menos de £ 20 mil em seus cofres.

Quando iniciou o projeto, a ideia de Lansdorp era montar a primeira colônia em Marte não com fundos do governo ou de parceiros bilionários, mas com financiamentos de estúdios de TV para  todo o projeto, e todo o processo de colonização do Planeta Vermelho seria televisionado como um grande reality show. A empresa já tinha até iniciado o projeto escolhendo quem seriam as pessoas que participariam do projeto, fazendo pequenos documentários sobre elas e vendendo para emissoras de TV que haviam entrado no hype.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A última notícia divulgada pela empresa foi em julho do ano passado, quando a Mars One conseguiu assegurar um investimento de US$ 14 milhões com a Phoenix Enterprises — dinheiro que seria usado para pagar taxas de licenciamento, recolocar a Mars One Ventures na bolsa de valores de Frankfurt e continuar com a seleção dos primeiros colonizadores – algo que incluiu levar os possíveis candidatos para mostrar suas habilidades sobrevivendo sozinhos no deserto durante alguns dias.

Desde o começo, o projeto Mars One foi visto com desconfiança, principalmente por causa das diferenças de cifras existentes entre o que normalmente é investido em um reality show e na quantia necessária para se enviar um grupo de astronautas a Marte, e pesquisadores do renomado MIT acreditavam que, se o plano seguisse até o fim, o projeto da Mars One mataria seus colonizadores em questão de dias no novo planeta. Já sobre a Mars One Foundation, Lansdorp afirma que ainda está operando, mas que poderá também ser finalizada caso não consiga investimentos adicionais.

Fonte: Engadget

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.