Publicidade

Destaque da NASA: IC 342, a Galáxia Oculta, é foto astronômica do dia

Por| Editado por Patricia Gnipper | 22 de Novembro de 2023 às 13h30

Link copiado!

Steve Cannistra
Steve Cannistra

A galáxia IC 342 está na foto destacada pela NASA nesta quarta-feira (22) no site Astronomy Picture of the Day. Ela fica a cerca de 10 bilhões de anos-luz da Terra na constelação Camelopardalis, a Girafa, mas é difícil vê-la com clareza porque as estrelas, gás e poeira do plano da Via Láctea bloqueiam a nossa visão.

Felizmente, a foto abaixo mostra todos os detalhes da galáxia e da sua estrutura. Na imagem, a IC 342 aparece com cor avermelhada por causa da luz dispersa nas partículas de poeira nas nuvens cósmicas.

Confira:

Continua após a publicidade

A foto destaca a IC 342 e seus detalhes, como aglomerados estelares jovens e regiões de formação de estrelas. Tais regiões aparecem dispersas por seus braços, se afastando do núcleo da galáxia.

Além de ter passado por uma recente explosão de formação de estrelas, a IC 342 está tão próxima que sua gravidade pode ter influenciado a evolução do Grupo Local de galáxias e até da Via Láctea.

Galáxia IC 342

Continua após a publicidade

Esta galáxia também é chamada de Caldwell 5 — ou, se preferir, pode se referir a ela pelo apelido “Galáxia Oculta”, escolhido devido à poeira e gases que a ocultam da nossa visão. A IC 342 está próxima da Via Láctea em termos astronômicos e é do tipo espiral.

“É difícil estudar nossa própria galáxia porque estamos nela, e só a vemos na lateral”, explica Leslie Hunt, cientista do Instituto Nacional de Astrofísica da Itália. “Então, ao estudar galáxias como a IC 342, podemos aprender muito sobre aquelas como a nossa”, finalizou.

Esta galáxia foi um dos objetos registrados nas primeiras fotos coloridas do telescópio Euclid, da Agência Espacial Europeia. Os instrumentos do novo observatório capturaram a estrutura completa da IC 342, revelando suas estrelas e aglomerados estelares individuais. Além da beleza, a imagem vai ajudar os cientistas a entender melhor a evolução galáctica e a formação estelar.

Fonte: APOD