Crew-1: astronautas já chegaram à Flórida e se preparam para o lançamento à ISS

Por Danielle Cassita | 09 de Novembro de 2020 às 13h45
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

Os quatro astronautas que irão voar com a Crew-1, a primeira missão tripulada operacional da SpaceX com a NASA, chegaram ao Kennedy Space Center neste domingo (8). A missão sofreu alguns adiamentos, e o lançamento deverá finalmente ocorrer na noite do próximo sábado (14) — isso se as condições climáticas estiverem favoráveis, já que há previsão de uma tempestade tropical nos próximos dias que pode atingir o litoral da Flórida.

Foi realizada uma breve coletiva de imprensa após a chegada dos astronautas. “Hoje, estamos dando outro grande passo nessa transformação de como fazemos voos espaciais tripulados", disse Jim Bridenstine, administrador da agência espacial. "Estamos falando sobre a comercialização do espaço. A NASA é uma cliente entre vários em um mercado comercial bastante robusto na órbita baixa da Terra”, finaliza.

A tripulação da Crew-1 conta com o comandante Michael Hopkins, o piloto Victor Glover e a especialista em missões Shannon Walker, todos estadunidenses. Eles irão voar junto de Soichi Noguchi, astronauta da JAXA (a agência espacial japonesa) e especialista em missões, que será o primeiro astronauta japonês a fazer uma caminhada espacial fora da estação. Já Glover passará por sua primeira experiência no espaço.

A cápsula da missão recebeu o apelido Resilience, e o quarteto será recebido pela tripulação atual da Expedição 64, que chegou ao laboratório orbital em outubro. Assim, haverá sete tripulantes a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS) pela primeira vez na história, o que deverá permitir a realização de mais experimentos; durante a estadia, a tripulação vai trabalhar em pesquisas científicas em áreas como botânica e câncer.

A Crew-1 será um passo importante para o Commercial Crew Program, da NASA, que vem sendo realizado junto de empresas privadas para que os Estados Unidos não dependam mais da Rússia para levar seus astronautas à ISS, como ocorria desde 2011 com o fim do programa dos ônibus espaciais. Assim, o sistema da SpaceX foi certificado como operacional pela agência espacial após o sucesso da missão Demo-2, que levou os astronautas Bob Behnken e Doug Hurley também para a ISS no final de maio, em caráter de testes.

Fonte: NPR, Space Daily

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.