Como ver a aurora boreal pelo Google Maps

Por Patrícia Gnipper | 30 de Janeiro de 2020 às 13h00
Sherwin Calaluan

Se viajar até o polo norte do planeta para admirar a aurora boreal é um sonho distante para você, saiba que a internet é uma ótima aliada para proporcionar a experiência de se inserir em um cenário belíssimo com o show de luzes coloridas no céu noturno. Estamos falando do Google Maps, que permite "viajar" até a Finlândia para contemplar virtualmente o fenômeno.

O que é aurora boreal? E aurora austral?

Aurora boreal é um fenômeno óptico visível na região polar do hemisfério norte, proporcionando um verdadeiro show de cores e formas que se movem no céu noturno. O fenômeno também acontece no polo sul, mas, neste caso, é chamado de aurora austral — sendo que ambos são auroras polares.

Esse brilho colorido que chamamos de aurora acontece como consequência da entrada de partículas elétricas, trazidas pelos ventos solares, na atmosfera superior da Terra, atraídas pelo campo magnético do planeta. Essas partículas, provenientes da coroa solar (a camada externa do Sol), podem ser elétrons e prótons, mas também podem ser subpartículas, como os neutrinos.

Aurora Boreal vista em tempo real (Foto: Dora Miller)

Sendo assim, a ocorrência de auroras depende diretamente da atividade solar, à medida que o Sol sofre explosões intensas o suficiente para disparar partículas carregadas capazes de atingir a atmosfera do nosso planeta.

Quando alcançam a atmosfera, essas partículas interagem com átomos de oxigênio e nitrogênio, e essa interação produz radiação em vários comprimentos de onda — o que, por fim, gera as cores e formas das auroras. As luzes avermelhadas são resultado da interação com o nitrogênio, enquanto as luzes esverdeadas são fruto da interação com o oxigênio.

As auroras polares não são exclusividades da Terra: elas ocorrem em qualquer planeta do Sistema Solar que tenha campo magnético e atmosfera, incluindo Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. E dá para ver as auroras do espaço também, não somente daqui da superfície. Astronautas na Estação Espacial Internacional, por exemplo, constantemente fotografam auroras terrestres, e agências espaciais, como a NASA, já registraram a ocorrência de auroras em outros planetas.

Como ver a aurora boreal no Google Maps

As imagens que aparecem na plataforma foram tiradas em Pitkäjärvi, na Finlândia, e você pode girar a visualização 3D à vontade, em 360 graus, explorando todo o cenário. Para ver a aurora boreal finlandesa pelo Google Maps, é só clicar neste link.

É possível ver a aurora boreal através do Google Maps (Imagem: Redação)

Já se quiser descobrir lugares onde é possível ver as auroras boreais ao vivo e em cores, caso esteja planejando uma viagem inesquecível, você pode contar com um guia do Google Earth para tal. A plataforma tem uma coleção chamada Places to see the Northern Lights ("Lugares para ver as auroras boreais", na tradução literal), e você pode explorar essas localidades virtualmente para decidir exatamente qual será o seu destino, tendo acesso a fotos de auroras registradas ali com opiniões de guias locais.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.