Agora vai? NASA alterna sistemas do Hubble e telescópio deve retomar observações

Agora vai? NASA alterna sistemas do Hubble e telescópio deve retomar observações

Por Danielle Cassita | Editado por Patrícia Gnipper | 16 de Julho de 2021 às 11h31
NASA

Em junho, o telescópio espacial Hubble apresentou uma falha em seu computador de cargas úteis, que colocou os instrumentos científicos em uma configuração de segurança, suspendendo as observações. Depois de quase um mês de investigações, a NASA descobriu que, talvez, o problema estivesse na unidade que controla a energia do telescópio, e iniciou um procedimento para alternar o funcionamento do hardware para os sistemas de reserva. A boa notícia é que tudo correu bem e o Hubble poderá retomar seu trabalho científico em breve.

Após estudar o que estava acontecendo, a equipe da NASA suspeitou que a causa do ocorrido poderia na Power Contrul Unit (PCU), um componente que garante o fornecimento de energia para o hardware do computador de carga útil do Hubble. Como não foi possível enviar comandos em solo para resetar a PCU, a equipe decidiu alternar o funcionamento para usar a unidade que contém a PCU reserva. A tarefa é delicada e, se não fosse feita corretamente, poderia deixar o telescópio em uma situação irreversível. Por isso, a equipe da NASA foi cautelosa, realizando duas semanas de testes e análises para a realização da troca.

O Hubble foi lançado em 1990, com o ônibus espacial Discovery (Imagem: Reprodução/NASA)

O procedimento foi iniciado nesta quinta-feira (15) e a agência espacial confirmou o sucesso da operação, que fez com que a PCU reserva e o Command Unit/Science Data Formatter (CU/SDF), componente que integra a unidade Science Instrument and Command & Data Handling (SI C&DH), funcionem com a parte reserva de seus sistemas. Outras partes do hardware foram trocadas por interfaces alternativas, que se conectam ao lado reserva do SI C&DH.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Com isso, o computador de carga útil original tem seu funcionamento compensado pelas demais partes do sistema. Após a finalização destas etapas, o computador de carga útil reserva da unidade foi ativado e carregado com o software de voo, e entrou no modo de operação normal. Agora, a equipe do telescópio segue monitorando o hardware para garantir que tudo está funcionando corretamente, e já iniciou o processo de recuperação dos instrumentos científicos — mas ainda será preciso realizar algumas calibrações iniciais antes de as observações do universo serem retomadas.

Como a comunicação com os instrumentos já foi restabelecida, os operadores esperam que os instrumentos voltem à operação normal ainda nesta sexta-feira (16). Tom Brown, chefe do escritório da missão Hubble, comemorou o desfecho: “o Hubble voltou!”, disse em um e-mail enviado à equipe durante a manhã de hoje. “Estou animado para ver o Hubble voltando a explorar o universo”, disse.

Vale lembrar que esta falha, junto de outras que ocorreram anteriormente neste ano, já sinalizam o tempo avançado de operação do telescópio, que passa dos 30 anos de operação. Embora já esteja bem além do período de duração estimado para suas atividades, o Hubble segue sendo uma ferramenta fundamental para a astronomia em todo o mundo.

Fonte: NASA, Science 

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.