Quem mexeu na minha Netflix? Entenda a bagunça que é usar perfil de outra pessoa

Por Natalie Rosa | 14 de Julho de 2020 às 10h00
Netflix
Tudo sobre

Netflix

Saiba tudo sobre Netflix

Ver mais

Não é por acaso que a Netflix permite a criação de diferentes perfis para uma única conta. Com essa possibilidade, os usuários podem ter o seu próprio espaço com o que foi assistido e quer assistir, mantendo-se sempre muito bem organizado e com a lista em dia. Mas a iniciativa tem outro objetivo que acaba sendo ainda mais importante: as recomendações de títulos.

Provavelmente você já deve ter se deparado com sugestões de filmes, séries ou documentários que não têm nada a ver com o que você gosta, ou ainda com títulos que estão sendo assistidos mesmo que você nunca tenha clicado neles. Isso acontece porque alguém deve ter usado o seu perfil e bagunçado toda a sua organização, aquele trabalho árduo que define os seus gostos e personalidade. Imagine ser um fã de séries policiais e de ficção científica e, de repente, se deparar com várias recomendações de comédias românticas? Isso acontece com mais frequência do que você imagina!

A Netflix conduziu uma pesquisa inédita que revela dados muito interessantes. Para começar, o estudo mostrou que 49% dos entrevistados têm alguma pessoa próxima que usa o seu perfil no serviço de streaming e altera as suas configurações e, em alguns casos, até mesmo as suas recomendações. Isso resulta numa grande bagunça.

(Imagem: Divulgação/Netflix)

Ainda de acordo com o estudo da Netflix, as pessoas que mais fazem aquele "estrago" no seu perfil são os irmãos, com 34% das respostas. A pergunta que fica, agora, é o por que eles preferem assistir às suas séries e filmes preferidos na conta do irmão. Seria de propósito, para irritar? Preguiça de mudar de perfil? Chegou a hora de perguntar isso para o seu irmão ou irmã, hein?

Na segunda colocação, com 28%, estão os parceiros, que por algum motivo acabam assistindo no perfil do namorado ou namorada, marido ou esposa, desconfigurando aquelas recomendações que levaram meses para serem construídas. Logo depois estão as crianças, com 18%, o que pode ser mais justificável, afinal... são crianças! O único problema é começar a ver recomendações que, voluntariamente, nunca seriam assistidas por você, a vítima adulta: Peppa Pig, Pocoyo e Dora Aventureira.

(Imagem: Divulgação/Netflix)

Mas por que isso acontece?

Sabe quando você entra no seu Instagram e começa a perceber que algumas pessoas estão recebendo mais destaque que as outras na timeline? Ou quando você entra na aba Explorar e começa a ver conteúdos das mesmas categorias e das mesmas pessoas? Isso acontece porque você tem o costume de curtir, comentar e até compartilhar essas contas ou perfis de uma mesma categoria, e com isso os algoritmos entendem o que você gosta e começam a te agradar.

O mesmo acontece com a Netflix. Se você começa a assistir séries espanholas, logo você receberá recomendações parecidas de outras séries e filmes produzidos no país. Quanto mais você consumir conteúdos de um determinado gênero, mais eles serão recomendados para você, assim como quanto mais você avaliar bem ou mal uma série com aqueles "joinhas", menos ou mais eles servirão de base para o futuro.

Se você acabou se tornando uma vítima do seu parceiro, irmão ou das crianças da sua casa e teve a sua conta toda bagunçada por causa deles, fique tranquilo, pois existe uma solução. O principal, caso você ainda não tenha feito, é determinar um perfil para cada pessoa que tem acesso à sua conta na Netflix.

Até cinco perfis podem ser criado em uma única conta, e eles podem ser personalizados com diferentes avatares e nomes, o que é ideal para não provocar aquela confusão. Se tiver uma criança na casa, você ainda pode selecionar uma opção que vai exibir apenas conteúdos que estejam de acordo com menores de idade.

(Imagem: Divulgação/Netflix)

E se você costuma assistir a filmes e séries com alguém, a dica é criar um perfil só para isso, assim vocês evitam de ver alguma indicação que tenha mais a ver com o outro em seu próprio perfil. Você pode editar os perfis diretamente no site da Netflix. Não se esqueça de fazer aquela reuniãozinha com todo mundo para pedir para ninguém mexer na Netflix do outro.

Começando do zero

Agora que todos os perfis estão criados e todo mundo foi avisado de usar apenas o seu próprio, chegou a hora de resetar aquelas indicações que não têm nada a ver com o seu gosto pessoal. Para isso, você vai ter de apagar o seu histórico de visualizações. Clique em "Conta" e, em seguida, na seção "Perfil e controle de pais", clique no seu perfil. Na sequência, entre na opção "O que foi assistido".

Captura de tela: Natalie Rosa

Lá, você pode ocultar item por item para sair das suas recomendações, clicando no ícone de círculo, ou ainda clicar em "Ocultar tudo". Outra opção importante para começar a treinar o algoritmo novamente é entrar na opção "Classificações", que fica logo acima de "O que foi assistido" e refazer as avaliações colocando o joinha para cima ou para baixo.

No app da Netflix para smartphone você ainda conta com mais uma opção: remover o conteúdo da fileira "Continuar assistindo". Basta clicar nos três pontos verticais logo abaixo da capa do título e depois em "Remover da fileira".

Captura de tela: Natalie Rosa

Por fim, se você quiser retirar o acesso de alguém à sua conta, vá em Conta > Configurações e "Encerrar a sessão em todos os aparelhos". Após seguir todas essas etapas, você pode recomeçar a organizar o algoritmo da sua conta da Netflix e voltar a ter as recomendações certinhas para o seu perfil. Não se esqueça de sempre fazer avaliações do que você assistiu, respeitar os perfis criados e inserir títulos na sua lista. Quanto mais você for ativo na sua conta da Netflix, mais recomendações com a sua cara você vai receber!

(Imagem: Divulgação/Netflix)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.