Nova tentativa de pousar uma espaçonave da SpaceX dá errado

Por Redação | 15 de Junho de 2016 às 13h04

Aquele que seria o quarto pouso de um foguete da SpaceX deu errado. Realizado na manhã de hoje (15), a tentativa não deu certo e a espaçonave se perdeu em algum lugar do Oceano Atlântico, onde está posicionada uma plataforma de pouso autônoma. A empresa fundada por Elon Musk realizava uma transmissão ao vivo do evento quando as imagens saíram do ar e, logo depois, veio o anúncio da falha.

Antes de iniciar os trabalhos de pouso, a companhia já havia alertado sobre as dificuldades deste processo. “Como outras missões de GTO [sigla em inglês para órbita de transferência geoestacionária], o primeiro estágio será realizado sob velocidades extremas e calor de reentrada, dificultando a realização do pouso”, informou a SpaceX em um comunicado divulgado à imprensa.

Na manhã de hoje, a companhia lançou dois satélites de comunicação construídos pela Boeing como parte da missão de GTO. A ideia era pousar o foguete Falcon 9, que não deu certo. Segundo postagens no Twitter feitas por Musk, um problema na propulsão de um dos três motores de pouso foi uma das causas da falha. “A fase de subida e os satélites parecem bem, mas o foguete de propulsão sofreu uma desmontagem rápida não programada na plataforma de pouso”, escreveu o executivo.

Além disso, ele garantiu que a sua empresa vai realizar melhorias para tornar o foguete capaz de driblar essas falhas em lançamentos futuros, algo que deve acontecer até o final deste ano. Por fim, Musk afirmou que as imagens do pouso frustrado serão divulgadas na internet assim que a SpaceX tiver acesso ao conteúdo das câmeras da plataforma de pouso, que não foi danificada.

Futuro da exploração espacial

Além das questões físicas e biológicas que impedem seres humanos de trafegar por outras partes do espaço, um grande empecilho para viagens mais simples, como da Terra até a Estação Espacial Internacional, é o alto preço que um trajeto deste tem. Isso porque, até então, as espaçonaves utilizadas para realizá-lo são descartáveis, utilizadas apenas uma vez e praticamente se autodestroem ao voltar para o nosso planeta.

O ideal, então, é que houvesse uma maneira de tornar estes veículos reutilizáveis, o que poderia reduzir consideravelmente os custos de uma viagem ao espaço. Apesar da falha de hoje, a SpaceX é a grande especialista no assunto da atualidade: dos quatro pousos com foguete bem-sucedidos até hoje realizados, três foram feitos pela empresa de Elon Musk.

Fontes: GeekWire, Elon Musk (Twitter)