Lucasfilm contrata youtuber que rejuvenesceu Luke Skywalker

Lucasfilm contrata youtuber que rejuvenesceu Luke Skywalker

Por Felipe Demartini | Editado por Jones Oliveira | 27 de Julho de 2021 às 17h45
Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech

Notícias de fãs talentosos sendo contratados pelas empresas que criam seus produtos do coração sempre trazem felicidade e esta é mais uma ocasião. A Lucasfilm confirmou a contratação do youtuber Shamook para trabalhar como artista de captura de movimentos faciais em novos conteúdos da saga Star Wars depois que ele foi o responsável por, na opinião dos fãs, “consertar” uma das cenas mais icônicas da segunda temporada de The Mandalorian, usando a técnica conhecida como deep fake.

Atenção: a partir daqui, o texto terá spoilers da segunda temporada da série.

Em um vídeo publicado em dezembro de 2020, ele exibe uma versão visualmente bem mais agradável do que a vista no seriado exclusivo do Disney+. Ainda que seja uma participação especial curta, a aparição de Luke Skywalker foi bastante significativa, já que não apenas representa um novo olhar sobre o herói ainda jovem, como o vimos em O Retorno de Jedi, mas também a conclusão da missão do caçador de recompensas que é o personagem principal do seriado.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Quando o capítulo foi ao dar no serviço de streaming, muitos fãs piraram, mas depois vieram as críticas quanto à falta de naturalidade do personagem, novamente interpretado por Mark Hamill e rejuvenescido digitalmente. Usando uma iluminação mais natural, assim como texturas mais realistas e com menos semelhanças a filtros de redes sociais, Shamook entregou uma versão ainda melhor deste momento impactante, que você pode conferir acima.

Em um vídeo recente, em que colocou o ator Robert Pattinson no lugar de Christian Bale em cenas de Batman: O Cavaleiro das Trevas, o criador revela estar trabalhando desde o começo do ano na Industrial Light and Magic, divisão de efeitos especiais da Lucasfilm, como artista sênior de captura facial. Ele é, basicamente, o responsável pela reconstrução digital de rostos e pela transposição de atuações reais para criações digitais e, por conta disso, o tempo para trabalhar em novos vídeos ficou um bocado curto.

A contratação foi confirmada pela produtora como parte de um esforço para intensificar o uso de inteligência artificial e machine learning na criação de efeitos visuais. A Lucasfilm disse estar sempre em busca de talentos como Shamook, bem como em avanços tecnológicos que permitam criar imagens mais realistas e avançadas.

A inteligência artificial é justamente a base dos deep fakes, com sistemas de machine learning sendo usados para reconhecer os movimentos dos rostos de alguém e, mais tarde, aplicando tais características a um corpo diferente. A tecnologia pode ser usada para o mal, levantando preocupações quanto à criação de imagens falsas impressionantemente realistas ou vídeos íntimos manipulados; ou para o bem, como no caso da aplicação dada por Shamook a The Mandalorian e tantos outros filmes e séries em seu canal no YouTube.

Não é a primeira vez, inclusive, que o criador de conteúdo aparece no radar da imprensa internacional e, possivelmente, também da Lucasfilm. Antes de Luke Skywalker, seus dois trabalhos mais notórios eram relacionados a Rogue One: Uma História Star Wars, com dois vídeos exibindo como os deep fakes poderiam ter sido usados para criar versões jovens muito mais realistas de personagens como Leia Organa e Moff Tarkin.

Fonte: Shamook (YouTube), IndieWire  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.