Crítica Ideias à Venda | Reality de investimentos escolhe confiar no público

Crítica Ideias à Venda | Reality de investimentos escolhe confiar no público

Por Natalie Rosa | Editado por Jones Oliveira | 15 de Fevereiro de 2022 às 18h30
Netflix

Apostando em reality shows nacionais, a Netflix estreou o programa Ideias à Venda, visando fortalecer pequenos negócios com um investimento milionário. Na novidade, ao contrário da série já conhecida que tem quase a mesma proposta, Shark Tank, a decisão final fica nas mãos do público.

Ideias à Venda estreou na plataforma de streaming em seis episódios, cada um deles com uma temática diferente, como gastronomia e moda, com pequenos empreendedores apresentando suas ideias de negócios. As etapas de classificação envolvem a primeira impressão com um público de 100 pessoas, a avaliação de um júri especializado e, mais uma vez, a escolha das pessoas da plateia.

O programa é apresentado por Eliana (Imagem: Divulgação/Netflix)

Dinâmica e apresentação

Eliana, já veterana na televisão, não mostra nenhuma dificuldade em comandar o programa, seja interagindo com os empreendedores, jurados e plateia, mas também se envolvendo na experimentação dos produtos e serviços oferecidos. A missão é apoiada por Luana Génot, jornalista, empresária e ativista pela igualdade racial, que faz comentários bastante pertinentes aos participantes.

Parte do que torna o programa agradável de assistir é o carisma de Eliana e a facilidade na hora de se comunicar e explicar as regras, mas o mérito também se deve ao formato, tão descontraído que mal parece se tratar de uma atração sobre negócios. A apresentadora usa e abusa da sua experiência no entretenimento para deixar o reality show divertido.

Produtos e decisões

Além das decisões de quem vai levar o prêmio final serem do público, jurados convidados também conseguem agregar ao programa deixando a formalidade de lado. Na primeira temporada, Ideias à Venda recebeu os empresários Camila Coutinho, Carole Crema, Enzo Celulari, Leo Picon, Luisa Mell e Mariana Rios, que também conseguem equilibrar seriedade com descontração.

O reality show sabe escolher ideias diferentes para o programa, com produtos que, de fato, são interessantes. Os momentos mais curiosos na hora de avaliar as ideias é que os próprios concorrentes fazem isso uns com os outros, deixando a rivalidade de lado e dando suas opiniões sinceras, o que ajuda o público na decisão.

No final, somente uma das empresas leva o prêmio de R$ 200 mil para alavancar seu negócio, mas o programa traz uma boa visibilidade para que todos os participantes sejam notados por mais pessoas, conseguindo não só mais clientes, como também a chance de atrair a atenção de outros investidores.

Ideias à Venda, portanto, cumpre com a proposta de falar sobre empreendedorismo e entreter. A série já está disponível na Netflix em seis episódios.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.