Crítica A Máfia dos Tigres 2 | Série tenta bombar mais uma vez, mas perde o foco

Crítica A Máfia dos Tigres 2 | Série tenta bombar mais uma vez, mas perde o foco

Por Natalie Rosa | Editado por Jones Oliveira | 19 de Novembro de 2021 às 21h00
Netflix

O início da pandemia da covid-19 foi um período difícil para todo o mundo. Ninguém entendia muito bem o que estava acontecendo, ainda que houvesse esperança de que o vírus fosse passageiro e tudo seria resolvido logo. Porém, a cada dia que passava, mais assustadora ficava a situação, fazendo as pessoas se apegarem ao entretenimento para esquecer dos problemas que vieram com o coronavírus. E uma das coisas que mais ajudaram o povo a desopilar foi a estreia do documentário A Máfia dos Tigres.

A série estreou na Netflix em março de 2020, contando uma história que, por mais cômica que seja, é pesada e triste. Os assinantes do serviço de streaming se chocaram com a história de Joe Exotic, ao mesmo tempo em que se divertiram com personagens da vida real e suas personalidades um tanto quanto caricatas. O documentário diverte, mas também choca e revolta em vários níveis, tanto pela denúncia de maus tratos aos animais, quanto pela banalidade na forma em que essas pessoas lidam com os problemas.

Imagem: Divulgação/Netflix

O sucesso de A Máfia dos Tigres foi grande, resultando em pessoas atacando ou defendendo Joe Exotic, envolvendo a história com a política norte-americana, inspirando a criação de uma série com Nicolas Cage que nunca saiu do papel, até que fosse confirmada, oficialmente, a estreia de uma segunda temporada. Mais curta que a primeira, a nova leva de episódios acaba de chegar à Netflix.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Atenção: esta crítica contém spoilers de A Máfia dos Tigres!

Logo no começo da temporada, a série se gaba de ter feito o sucesso que fez, mas por mais que pareça um deslumbramento, eles têm razão. O documentário, de fato, foi um fenômeno. Enquanto o foco da primeira temporada foi em Joe Exotic, suas desavenças e os acontecimentos ao seu redor, a continuação, uma vez que Joe está preso, foi o momento de se aprofundar nos outros personagens, como Carole Baskin, claro, o sumiço de seu ex-marido, Don Lewis, além de Jeff Lowe e Tim Stark. Porém, a sensação é de que a série não conseguiu encontrar um objetivo concreto para esta nova temporada.

Imagem: Divulgação/Netflix

Ainda assim, a série documental entrega tudo o que promete, com muita breguice, irresponsabilidade, achismos, acusações e muitos, muitos crimes, resultando no mesmo entretenimento caótico entregue na primeira temporada. O grande ponto alto da série é uma pequena investigação sobre o paradeiro de Don, rebatendo a famosa acusação de que Carole teria matado o ex-marido e jogado seu corpo para os animais comerem.

Carole, inclusive, teve bastante tempo de tela mesmo sem ter aceitado participar oficialmente da série, com imagens de arquivo e de seus próprios vídeos. Ela ganha um grande destaque, ao contrário de seu inimigo número 1, que tentou sair da cadeia pedindo o perdão de Donald Trump, o então presidente dos Estados Unidos. Exotic, além de continuar jurando que é inocente, acredita que deve sair da cadeia em breve e não economiza nas palavras duras a seus velhos e novos inimigos.

Imagem: Divulgação/Netflix

Os acontecimentos que ganham continuidade na série são, de fato, dignos de uma boa série documental de crimes reais, se não fosse por toda a bizarrice envolvida na história, que a deixa sem um foco muito definido. Muitas das questões envolvem acusados acusando outras pessoas e se defendendo, criando um emaranhado de teorias da conspiração mais bizarras dos Estados Unidos. Basicamente, a mesma intenção da primeira temporada, mas fica a pergunta: ainda estamos nesse hype? Essa bagunça ainda nos interessa?

Ao menos, a nova temporada da série documental terminou mostrando um final feliz para muitos dos tigres maltratados, que foram resgatados e hoje podem correr livres e longe de jaulas. Enquanto os humanos mostram o seu pior lado da história a cada episódio, os felinos conseguem ser respeitados pela primeira vez.

A segunda temporada de A Máfia dos Tigres já está disponível na Netflix em cinco episódios.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.