Publicidade

Acabou! Greve dos atores de Hollywood chega ao fim

Por| Editado por Durval Ramos | 09 de Novembro de 2023 às 09h13

Link copiado!

Reprodução/SAG-AFTRA
Reprodução/SAG-AFTRA

O Sindicato de Atores de Hollywood (SAG-AFTRA, na sigla em inglês) anunciou ter chegado a um acordo com a Associação dos Estúdios de Hollywood (AMPTP, na sigla em inglês), dando fim à greve de atores mais longa da história da categoria. Depois de mais de 100 dias lutando pelos seus direitos, os atores podem voltar a trabalhar normalmente a partir deste dia 9 de novembro.

O acordo entre atores e estúdios foi aprovado na noite da última quarta-feira (8), pouco mais de um mês após o fim da greve dos roteiristas. Ainda assim, os termos devem ir à votação dos membros da SAG-AFTRA somente no dia 10. No entanto, a expectativa é que os profissionais aprovem — e, por isso mesmo, as produtoras já começam a se movimentar para a retomada dos trabalhos.

Continua após a publicidade

Isso porque o principal impacto da greve dos atores na indústria de Hollywood foi a total paralisação dos trabalhos em Hollywood. Durante o período de mobilização, a categoria estava impedida de participar de gravações de filmes e séries, além de não poderem dar entrevistas e nem participar da divulgação de projetos. Isso resultou no adiamento de diversos filmes, como Duna 2 e Missão Impossível 8, assim como lançamento de longas com eventos esvaziados.

A greve de atores mais longa da história de Hollywood

Iniciada em 14 de julho, a greve dos atores se deu pela falta de colaboração da Associação dos Estúdios de Hollywood em fechar um contrato de trabalho que atendesse a pedidos de melhor remuneração, transparência de negócios e regulamentação do uso de inteligência artificial, entre outros temas.

Continua após a publicidade

Durante 118 dias, os dois lados participaram de negociações tensas, com acusações de estúdios usando a mídia como ferramenta para tentar convencer o público de que o Sindicato de Atores estava pedindo coisas absurdas. Não demorou muito para que detalhes de possíveis acordos, que incluíam o uso indiscriminado de versões digitais de atores em perpetuidade e sem remuneração adicional, para que os argumentos dos artistas ganhassem mais força.

O SAG-AFTRA ainda não divulgou detalhes sobre o novo acordo, o que deve acontecer nos próximos dias, quando ele for enviado para aprovação de seus membros. Em uma mensagem aos atores, o sindicato informou que o novo acordo é avaliado em mais de US$ 1 bilhão, incluindo aumento em pagamentos, bônus de participação em produções de streaming e regulamentação de IA.

Continua após a publicidade

O acordo também inclui melhorias em planos de saúde e pensões e aumentos contratuais para proteger comunidades diversas. Acredita-se que o acordo deve ser aprovado por seus membros sem grandes problemas, permitindo que filmes e séries possam voltar a ser produzidos o mais rápido possível.

Continua após a publicidade

A Associação dos Estúdios de Hollywood divulgou uma nova na noite do dia 8 de novembro que dizia:

O possível acordo representa um novo paradigma. Ele dá ao SAG-AFTRA o maior ganho contratual da história do sindicato, incluindo o maior aumento do salário mínimo dos últimos 40 anos, uma nova taxa residual para streaming, domínio e proteção para o uso de inteligência artificial, entre outros aumentos contratuais. A AMPTP está feliz por termos alcançado esse acordo e espera que a indústria possa voltar a trabalhar e contar grandes histórias.