Loucura? Em entrevista esta manhã, John McAfee 'explica' o que aconteceu

Por Redação | 14 de Dezembro de 2012 às 14h37

O polêmico caso do empresário John McAfee parece não ter fim. Com 67 anos de idade, o homem do antivírus que leva seu nome já se envolveu com um possível caso de fabricação de metanfetamina e antibióticos ilegais, além da suspeita de assassinato de seu próprio vizinho.

McAfee empreendeu uma fuga maluca - e nada discreta - durante quase um mês, mas foi preso na Guatemala há cerca de uma semana. Ontem (13) ele foi deportado para os Estados Unidos. McAfee já mostrou que gosta de manter a mídia e o público atualizados sobre suas aventuras, então hoje mesmo (14) tratou de conceder uma entrevista à rede de televisão CNBC.

O pessoal do BusinessInsider fez um apanhado das sete coisas mais loucas que o empresário disse durante a mais recente entrevista.

  • Os repórteres da CNBC queriam saber se toda essa história não passava de uma farsa. McAfee não respondeu, mas disse que: "Eu faço brincadeiras de amor...Eu fiz uma brincadeira com sais de banho¹ uma vez."

¹Sais de banho: Uma nova droga sintética que provoca delírios paranoicos e/ou alucinações. Em maio desse ano, um homem em Miami foi flagrado por câmeras de segurança comendo o rosto de outra pessoa no meio da rua. Supostamente ele estaria sob o efeito dos "sais de banho".

  • Sua posição a respeito dos sais de banho? "Os sais de banho são utilizados por aqueles que não têm muitas pessoas que os fazem querer comer o rosto dos outros. Se eu decidir começar a usar drogas novamente, eu tenho recursos para usar boas drogas."
  • Há onze anos, os britânicos alegaram ter descoberto uma droga, chamada MDPV10, com propriedades surpreendentes - "ela te deixa alto, ela te deixa mais sexual", disse McAfee. Recentemente, o empresário lançou uma brincadeira em um site chamado Bluelight, onde dizia que ele havia descoberto a fórmula do MDPV10: "Eu fiz uma brincadeira fingindo que eu, nas selvas de Belize, tinha descoberto a fórmula para isso... Foi uma brincadeira divertida. Ela não feriu ninguém."
  • Apesar do seu histórico de suposto uso de drogas, McAfee disse aos entrevistadores que: "Eu não bebo e nem me relaciono com pessoas que bebem." Ele também alegou que não contrata pessoas que se envolvem com álcool.
  • Sobre o rumor de que ele iria começar um novo negócio: "Ganhar dinheiro é fácil. Qualquer idiota pode fazer dinheiro, mantê-lo é a parte difícil."
  • Sobre armas: "É certo que eu tinha armas, muitas armas, mas elas estavam nas mãos dos meus seguranças, eu vivo em um país que tem a maior taxa de homicídios do mundo, confira na Internet."
  • Sobre permanecer algemado durante 14 horas consecutivas, ele disse repetidamente aos entrevistadores: "Você deveria tentar isso."

McAfee também foi questionado a respeito do paradeiro da sua namorada, Samantha, e sua ex-namorada, Amy (que já tentou matá-lo). Ele disse que Samantha fugiu de Belize a pé e que agora estava na Guatemala.

A descrição de McAfee sobre a operação policial em sua casa, em Belize, que resultou em sua prisão no primeiro semestre de 2012, ainda é bem nebulosa. Ele diz que 42 oficiais entraram em sua propriedade e atiraram em seus cães (que, por sinal, sempre são citados de alguma maneira), e depois o algemaram no sol durante 14 horas.

Em suma, mais uma entrevista nada esclarecedora. Mas com certeza ainda vamos ouvir falar muito dessas histórias de McAfee.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.