Pesquisa IBOPE revela que brasileiros gostam de inovações nos meios de pagamento

Por Ares Saturno | 22 de Agosto de 2018 às 19h30

Adotar grandes inovações no atendimento de clientes geralmente dá dor de cabeça a qualquer empresário preocupado em como as mudanças serão recebidas pelo seu público. Para amenizar esse receio que uma pesquisa do IBOPE Conecta perguntou a internautas o que eles sentiriam ao fazer compras em um supermercado que não oferece operadores de caixas, com cobrança exclusivamente online. O estudo foi realizado com 2.000 internautas entrevistados, pertencentes às classes A, B, C e D e oriundos de todas as regiões do país.

Como resultado, 87% dos brasileiros entrevistados disseram que estão confortáveis com a ideia, pois acreditam que seria mais rápido e prático fazer suas compras dessa forma. Os 13% restantes, que afirmaram não se sentir inclinados a aderir a esse tipo de serviço, disseram que a possibilidade de não ter nenhuma pessoa para solucionar eventuais problemas ou a sensação de insegurança são as principais razões que os afastam dessa inovação.

Já a opção de cobrança por meio de totens não inspira tanta confiança nos consumidores brasileiros, apesar de ser um método de pagamento comum para pagamento de tarifas de estacionamento e ingressos de cinema nos principais shoppings do país. Dos entrevistados pela pesquisa, 45% afirmaram que jamais usaram esse meio de pagamento. Dos restantes, 61% acreditam que os totens são mais práticos, 45% dizem ser mais rápido e 15% preferem pagar por meio de totens que interagir com atendentes orgânicos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Totens de pagamento são comuns, mas 45% dos entrevistados não utilizam (Imagem: Divulgação / Bematech)

As Guide Shops, lojas geralmente relacionadas a serviços de e-commerce que disponibilizam uma vitrine com produtos, ainda não são conhecidas pela maioria dos brasileiros: 80% dos entrevistados sequer ouviram falar de tal formato. Entretanto, o mercado brasileiro é otimista e 86% afirmaram que estariam dispostos a experimentar o modelo. Os 14% restantes disseram que não comprariam por medo de o produto vir com defeito, além de não gostarem da ideia de não levarem o produto imediatamente para casa. Dos 4% que já compraram em Guide Shops, 70% afirmaram que a experiência foi satisfatória.

Quanto ao pagamento feito ao aproximar o smartphone da maquininha sem a necessidade de cartão, 57% dos entrevistados já conhecem o método mas nunca o utilizaram, 31% não conheciam mas gostariam de usar. Apenas 2% já utilizaram, sendo as lojas de roupas e supermercados os principais estabelecimentos onde a compra ocorreu.

Quando a pesquisa questionou aos entrevistados quais eram seus métodos de pagamento inovadores prediletos, 48% afirmou que gostam de pagar utilizando tecnologias biométricas, 27% preferem pagar com o celular e 12% se sentem seguros em pagar por suas compras por meio do reconhecimento facial.

Entretanto, sempre há consumidores saudosistas de métodos de pagamento considerados antiquados frente à tecnologia: 64% dos entrevistados disseram ser simpáticos ao uso dos cheques, enquanto 49% sentem saudades dos carnês.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.