Nubank anuncia hub de tecnologia e de experiência do cliente na Bahia

Nubank anuncia hub de tecnologia e de experiência do cliente na Bahia

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 22 de Novembro de 2021 às 22h20
Divulgação/Nubank

O Nubank anunciou nesta segunda-feira (22) a criação do NuLab, um hub de desenvolvimento de tecnologia e experiência do cliente no bairro do Rio Vermelho, em Salvador. O local vai capacitar jovens em situação de vulnerabilidade social, disponibilizando cursos gratuitos para este público.

O hub passará por reformas nos próximos meses e deve ficar pronto em meados de 2022. A abertura ao público ocorrerá no mesmo ano, mas a depender do cenário da pandemia de covid-19.

Em setembro, o NuLab abriu inscrições para sua primeira turma de capacitação em parceria com as EdTechs Cubos Academy e Alura. A novidade atraiu mais de 8.000 interessados em desenvolvimento de software móvel. O Nubank anunciará nas próximas semanas os selecionados.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Em setembro, o NuLab abriu inscrições para sua primeira turma de capacitação (Imagem: Reprodução/Adam Nowakowsk/Unsplash)

“Estamos muito entusiasmados com a repercussão desse primeiro projeto de transformação social, que nos prova também o potencial da região para ações focadas em tecnologia e desenvolvimento, profissões altamente demandadas no mercado atual", diz Mayra Mezzomo, gerente de ESG (governança ambiental, social e corporativa) da fintech e responsável pelo NuLab Salvador.

Em outubro, o Nubank protocolou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e na B3, a Bolsa de Valores brasileira, pedido para registro de IPO, ou oferta pública de ações. Como a companhia também fez um pedido parecido na SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a intenção é realizar o IPO lá fora, mas com a intenção de "negociar um programa de recibos depositários brasileiros" (BDRs). Esse mecanismo permitiria que investidores brasileiros também participem da compra de papeis no exterior.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.