Já imaginou contratar um serviço completo para ser o seu novo negócio?

Por Renato Ribeiro | 09 de Julho de 2020 às 10h00
unsplash

Provavelmente, você já esbarrou com uma sopa de letrinhas como SaaS, PaaS e IaaS, dentre inúmeras outras buzzwords terminadas em "aaS". Dentro do mundo corporativo da era digital, essas nomenclaturas estão relacionadas a tipos de serviços disponíveis para consumo e integração. Muitas vezes, disponíveis na nuvem e providos por empresas terceirizadas, seguindo um modelo de cobrança recorrente mensal baseado na demanda de recursos utilizados. É muito comum encontrarmos situações onde um provedor de serviço contrata parte da sua entrega de terceiros, criando um verdadeiro encapsulamento de serviços.

Em outras palavras, uma nova maneira de dizer: "ao invés de você fazer tudo, eu faço parte e te cobro de forma escalável". Nada muito diferente do que sempre existiu em processos de produção. Por exemplo, quem vende sanduíches não produz todos os ingredientes, certo? Pode produzir o pão, a carne e o molho, que são elementos importantes, os diferenciais do produto final. O restante dos ingredientes é terceirizado de outros fornecedores, incluindo a embalagem e até mesmo o delivery.

O fato é que o mundo moderno está ficando tão "louco" que estamos vendo grandes marcas extrapolando os limites da terceirização, ou não? Se você entrar nos principais sites de comércio eletrônico no Brasil, vai notar que todos possuem a mesma "cara" e já não vendem mais apenas os seus produtos em estoque.

O tradicional deu lugar ao marketplace, um ambiente mais colaborativo, onde, a empresa principal utiliza-se da reputação da sua marca como atrativo para vender produtos de terceiros. Outro destaque vai para o modelo white-label, onde uma empresa fornecedora empacota sua tecnologia com a marca do cliente, possibilitando que outros negócios possam explorar o recurso como se fossem parte da solução final.

Observando esse mundo de negócios, fica cada vez mais evidente que para se ter sucesso em escala, uma das regras modernas é terceirizar tudo que não for o seu core principal (essência). Mas, já estamos vendo grandes movimentos para algo que chama atenção: Business as a Service (BaaS). Fique atento(a) a estas oportunidades!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.