CEO demite 900 funcionários via Zoom em apenas três minutos

CEO demite 900 funcionários via Zoom em apenas três minutos

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 06 de Dezembro de 2021 às 20h00
Divulgação/Better.com

O CEO da empresa norte-americana de hipotecas Better.com, Vishal Garg, anunciou na quarta-feira (1º) a demissão de cerca de 9% de sua equipe — mais de 900 funcionários — em uma videoconferência de menos de três minutos por Zoom, segundo informou a CNN. Os profissionais foram dispensados pouco antes do período de férias.

"Se você está nesta chamada, você faz parte do grupo azarado que foi demitido", disse Garg em uma gravação da ligação vista pela CNN. "Seu emprego aqui será encerrado imediatamente", afirmou, complementando que o setor de recursos humanos iria enviar um e-mail detalhando benefícios e indenizações.

Garg justificou a demissão citando a eficiência do mercado, o desempenho e a produtividade dos profissionais. Mas segundo a revista Fortune, o CEO acusou os funcionários de "roubar" seus colegas e clientes por serem improdutivos e trabalharem apenas duas horas por dia.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O executivo teria mencionado na ligação: "É a segunda vez na minha carreira que faço isso e não quero fazer isso. A última vez que fiz isso, chorei." No entanto, relatos dizem que Garg ficou quieto e sem emoção enquanto falava.

O chefe de finanças da Better.com, Kevin Ryan, disse à CNN que realizar demissões "é uma pena, especialmente nesta época do ano. No entanto, um balanço fote como uma fortaleza e uma força de trabalho reduzida e focada nos prepararam para jogar no ataque ao entrar em um mercado de terrenos radicalmente em evolução."

Better.com trabalha com crédito hipotecário (Imagem: Reprodução/Tierra Mallorca/Unsplash)

No ano passado, Garg também foi notícia por seu mau comportamento. Segundo a Forbes, ele teria enviado um e-mail a funcionários dizendo: "Vocês são muito LENTOS. Vocês são um bando de GOLFINHOS BURROS... ENTÃO PAREM COM ISSO. PAREM. PAREM COM ISSO AGORA. VOCÊS ESTÃO ME ENVERGONHANDO", escreveu.

O site Daily Beast informou em agosto que um dos executivos mais próximos do CEO recebeu vantagens como milhões de dólares em opções de ações, algo desproporcional em relação aos demais funcionários. O colega ficou mais tarde em licença administrativa por bullying.

A Better.com, que trabalha com crédito hipotecário, recebeu em abril deste ano um aporte de US$ 500 milhões (R$ 2,8 bilhões) da gigante japonesa Softbank. No final de novembro, recebeu US$ 750 milhões da empresa de cheques em branco Aurora Acquisition e do SoftBank após uma mudança nos termos do acordo. Com isso, recebeu adiantado metade dos US$ 1,5 bilhão (R$ 8,4 bilhões) previstos.

Fonte: CNN, Forbes, TechCrunch, Daily Beast (1, 2)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.