Khan Academy lança programa gratuito com material da Universidade de Stanford

Khan Academy lança programa gratuito com material da Universidade de Stanford

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 27 de Agosto de 2021 às 23h30

A Khan Academy lançou a edição 2021 do Khanpeonato, um tipo de gincana gratuita com atividades e desafios em diversas disciplinas propostas por professores aos seus respectivos estudantes. O programa vai trazer neste ano um ranking competitivo dos alunos e conteúdos exclusivos da Perts, programa da Universidade de Stanford (EUA) que busca incentivar estudantes de comunidades carentes.

As inscrições terão início em 30 de agosto e o Khanpeonato acontece entre os dias 8 de setembro e 5 de dezembro. Ao atingir o nível 6 da barra de progresso da campanha, os professores podem conquistar um certificado de conclusão e as escolas poderão ser premiadas se cumprirem os requisitos necessários. Para saber mais sobre a campanha, acesse o regulamento e o guia para participar.

Além de ter a intenção de motivar alunos a dominar habilidades por meio da gameficação, o evento visa a capacitar professores a entenderem melhor o que incentiva ou não seus alunos. Os participantes também podem participar de sorteios de prêmios como computadores Chromebooks, tablets da Wacom e kits Khan Academy.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Os conteúdos do Khanpeonato são escolhidos pelos professores, incluindo matemática, ciências e português alinhados à BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Após as atividades serem informadas, os alunos trabalham em equipe para realizá-las. “Nossa meta é promover momentos de descontração em meio ao aprendizado, de forma que o estudo possa ser leve e divertido”, conta Paulo Bellé, gerente de marketing da Khan Academy Brasil.

A Khan Academy é uma ONG fundada em 2008 nos EUA que busca oferecer uma educação gratuita e de qualidade em todo o mundo de forma remota, pela internet. Seu conteúdo é gratuito porque a entidade conta com apoio financeiro de parceiros como a Fundação Gates, Google, Fundação Lemann e outras.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.