Walmart do Brasil decide focar seu e-commerce em modelo de marketplace

Por Redação | 06 de Dezembro de 2017 às 08h35
photo_camera divulgação

O Walmart do Brasil está deixando de trabalhar com estoque próprio de produtos. A ideia da varejista é reduzir suas operações online e baseá-la única e exclusivamente no modelo de marketplace.

“Esta decisão é parte da estratégia internacional da companhia e irá proporcionar mais agilidade e eficiência ao negócio e trazer mais opções de produtos e serviços aos clientes”, explicou a companhia em nota oficial enviada à imprensa.

Além do foco em marketplace, alterações nas estruturas físicas e produtos dos hipermercados da rede são esperadas para os próximos meses. O plano da empresa é ofertar aos consumidores mais opções de produtos e marcas regionais.

Marketplaces são portais colaborativos de vendas que atuam em dois níveis: um para compradores e outro para lojistas que disponibilizam seus produtos através das plataformas de e-commerce. O formato pode facilitar o intuito do Walmart em oferecer mais produtos e marcas regionais aos seus clientes, uma vez que fornecedores menores terão a chance de compor parcerias de vendas com a rede.

As inovações propostas pelo grupo Walmart, segundo o que foi divulgado, custarão cerca de R$ 1,5 bilhão nos próximos quatro anos.

Fonte: Reuters

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.