Metaverso: Entenda por que os data centers serão ainda mais importantes

Metaverso: Entenda por que os data centers serão ainda mais importantes

Por Dácio Castelo Branco | Editado por Claudio Yuge | 07 de Dezembro de 2021 às 19h30
WildMediaSK/Envato

O metaverso é o assunto de 2021, com cada vez mais empresas divulgando seus investimentos na ideia, que promete unir diversas funcionalidades para seus usuários em um ambiente virtual. Mas com essa tecnologia, um grande fluxo de dados operacionais também será criada, aumentando ainda mais a importância dos data centers na infraestrutura das conexões.

A ODATA, provedora brasileira de serviços de data center, aponta que para o pleno funcionamento do metaverso, uma infraestrutura tecnológica massiva, capaz de prover toda a capacidade computacional de armazenamento e de largura de banda necessárias para tornar tudo isso realidade, precisará ser planejada e implementada pelos responsáveis por essas tecnologias.

“Para que as organizações possam performar nesse ambiente, será preciso um longo e importante trabalho de modernização e de aprimoramento dos data centers, de modo que sejam capazes de suportar todo o tráfego estimado.”, diz Victor Sellmer, Diretor de Marketing e Vendas da ODATA.

As tecnologias que suportam o metaverso irão gerar, consumir e armazenar uma quantidade enorme de dados, que só crescerão no passar dos anos. Nesse ritmo, aplicações de inteligência artificial e mais sensores, câmeras e dispositivos de IoT serão integrados ao mundo físico ao nosso redor, muitos dos quais serão conectados em tempo real a um simulacro virtual que pode interagir de volta, aumentando o fluxo de informações.

Entre as características de data centers necessárias para poder suprir as necessidades futuras do metaverso, as de maior importância são dispositivos que suportem gerar imagens em 3D, gerenciar finanças e sistemas de e-commerce. Além disso, os gerenciadores da tecnologia devem ter em mente também a capacidade de crescimentos destes data centers, para suprir possíveis demandas conforme elas forem surgindo.

Por fim, também será necessário que os data centers contem com serviços de ultra conectividade resiliente e escalável, que possam se adaptar as diversas demandas de fluxo de dados que possam se apresentar durante a implementação e crescimento do metaverso.

5G ajudará no Brasil

Implementação do 5G ajudará o funcionamento do metaverso no Brasil (Imagem: Reprodução/ Shift F7)

Embora o metaverso ainda esteja dando seus primeiros passos para ser um utilitário do dia a dia das pessoas, a tecnologia, segundo uma pesquisa da Bloomberg, pode encabeçar um mercado de US$ 800 bilhões (cerca de R$ 4,5 mil bilhões) já em 2024. Por isso, grandes empresas estão investindo em recursos que possam tornar tudo isso realidade.

No Brasil, a principal contribuição para tornar o 5G uma realidade no país é a chegada da tecnologia 5G, que facilitará o aumento de processamento em servidores remotos, fora dos computadores, necessário para que o metaverso possa ser exibido e usado com gráficos mais realistas e tempo de resposta mais fácil.

“De um modo geral, a configuração futura do metaverso terá os maiores requisitos computacionais contínuos da história. Por outro lado, a capacidade de computação é, e provavelmente continuará sendo, incrivelmente escassa, o que torna as limitações de aplicabilidade ainda maiores”, finaliza Sellmer.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.