YouTube lança playlists com conteúdo voltado à educação

Por Felipe Ribeiro | 12 de Julho de 2019 às 21h30
Tudo sobre

YouTube

Saiba tudo sobre YouTube

Ver mais

Em apresentação realizada na manhã desta sexta-feira (12), a Google apresentou seus novos recursos para o YouTube com foco em educação. A ideia da empresa é facilitar que canais que possuam conteúdo educativo possam criar playlists com este fim, possibilitando, inclusive, a produção de cursos e materiais sequenciais sem que o usuário se disperse.

Chamados de Playlists Educativas, estes recursos organizam e estruturam o conteúdo voltado à educação ao dividir os vídeos por capítulos com base em conceitos e matérias. Além disso, as recomendações são escondidas da página de exibição de vídeos para que o usuário possa focar na lição e retomar de onde parou a hora que bem entender.

"A intenção do YouTube com esse recurso é de ajudar o usuário que tem interesse em aprender a não de dispersar em meio a tanto conteúdo. Essas playlists, diferentemente das tradicionais, não jogam vídeos de assuntos relacionados na sequência, mas sim, seguem a ordem estabelecida pelo canal para determinado curso", explica Clarissa Orberg, gerente de Parcerias Estratégicas de Educação do YouTube no Brasil.

Curso de Manual Maker do Manual do Mundo terá 11 horas/ Imagem: Captura de Tela/Felipe Ribeiro

Durante a apresentação, estiveram presentes três dos influenciadores que terão conteúdo gratuito exclusivo desenvolvido em parceria com o YouTube para este tipo de playlist: Nathália Arcuri, do canal Me Poupe; Iberê Thenório e Mariana Fulfaro, do Manual do Mundo; e Ary Neto e Walter Solla, do Se Liga Nessa História.

Estes canais foram utilizados pelo YouTube para mostrar como funcionará todo o sistema. No caso do pessoal do Manual do Mundo, será disponibilizado um curso de Manual Maker, com aulas teóricas e práticas que abordarão a cultura de "colocar a mão na massa" e fazer coisas em casa; já com Nathália Arcuri, os inscritos do canal Me Poupe terão um curso de "Solucionar Problemas". Com o Se Liga Nessa História, os espectadores terão aulas sobre a Roma Antiga. Não estão previstos novos vídeos destes canais, por enquanto.

Para Arcuri, a linguagem é um processo fundamental para o sucesso dos vídeos educativos. Segundo ela, é essencial que o espectador ou, neste caso, o aluno, se interesse pelo conteúdo não apenas pelo material, mas também pela maneira como ele é passado. "Eu sempre falo que se uma criança de 9 anos não entender um vídeo meu, é porque algo deu errado. Por isso, a linguagem do dia-a-dia é a que considero a mais eficiente para o meu canal", avalia, complementando que, além do curso online, será disponibilizado um e-book com todo o conteúdo escrito para os inscritos.

Já para o professor Walter Solla, o desafio é fazer com que as pessoas se interessem pelo conteúdo não apenas por necessidade. "Escolhemos esse formato para os vídeos de Roma para passar ao público e os alunos, de maneira mais divertida, como foi formada essa república. Não foi fácil comprimir mil anos em alguns vídeos, mas com muito estudo e preparo, conseguimos", disse ao Canaltech.

Segundo a pesquisa VideoViewers de 2018, 9 entre cada 10 brasileiros usam o YouTube para estudar, e isso estimulou a Google a trazer esses recursos para a plataforma. Vale lembrar que as Playlists Educativas se diferem do YouTube Edu: no caso do Edu, que é exclusivo para o Brasil, o foco do conteúdo é para o Ensino Médio, espeficicamente para preparar os alunos para o ENEM.

"Sabemos da importância de iniciar este novo formato da maneira correta e, por isso, começamos com alguns de nossos parceiros de mais confiança de diferentes países", disse a Google, em comunicado. O Brasil está entre os primeiros, ao lado de Estados Unidos, Canadá, Espanha, Reino Unido, Colômbia, México e Índia.

Fazem parte desta primeira fase das Playlists Educacionais os canais Manual do Mundo, Me Poupe!, Se Liga Nessa História, Débora Aladim, JeanGrafia, GabaritaGEO, Matemática Rio com Prof. Rafael Procopio, Professor Noslen, MyNews, Poligonautas, Biologia Total com Prof. Jubilut e Ciência Em Ação - Prof. Paulo Valim.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.