Por que a água fica com gosto de "velha" se ficar parada no copo?

Por Rafael Rodrigues da Silva | 03 de Janeiro de 2020 às 17h40

Essa é uma situação que já aconteceu pelo menos uma vez com qualquer um: você vai dormir com aquele copinho de água fresquinha do lado da cama e, quando acorda de madrugada pra tomar um gole, a água está com gosto de “velha”. Cada pessoa costuma identificar esse gosto de forma diferente: umas dizem que ela está “oleosa”, outros com “gosto de terra”, outros não sabem nem explicar que tipo de gosto é aquele que estão sentindo. Mas todos concordam de que aquele líquido não está com o gosto que reconhecemos como sendo o de água potável.

De acordo com Susan Richardson, pesquisadora química na Universidade da Carolina do Sul (EUA), não existe nenhuma pesquisa séria sobre o motivo de a água ficar com gosto de “velha” após muito tempo parada dentro do copo, mas aponta para uma das possíveis causas desse fenômeno. E, de acordo com a química, a maior delas é simplesmente a mudança de temperatura da água ao longo do tempo.

Ela usa o exemplo da cerveja: quanto mais tempo fora da geladeira uma cerveja fica, mais se acentuam os sabores presentes nela, seja aquele amargor natural da bebida ou qualquer outro retrogosto que pode existir dos ingredientes utilizados para fermentá-la. Considerando que a água que pegamos da torneira chega à nossas casas através de canos no subterrâneo, a temperatura dela normalmente é mais fria do que a do ambiente em que estamos e, por isso, o gosto dela se modifica conforme ela vai se adequando à temperatura do ambiente. E considerando que muitos de nós gostamos de colocar pedras de gelo ou deixá-la algum tempo na geladeira para aumentar a sensação de refrescância, maior será a diferença que sentiremos no sabor da água ao tentar bebê-la na temperatura ambiente.

Outra possível explicação na mudança de gosto está no uso de cloro pelas estações de tratamento. Usado para matar bactérias e outros possíveis patogênicos que possam existir na água, a quantidade de cloro existente na água que pegamos da torneira não é suficiente para fazer qualquer mal ao organismo se ingerida (como é, por exemplo, a água da piscina), mas mesmo a quantidade ínfima usada no tratamento pode ajudar a deixar a água com um gosto mais “refrescante”. Mas, como o cloro é uma substância que facilmente evapora em temperatura ambiente, deixar a água parada no copo pode eliminar completamente o elemento, alterando assim o gosto da água.

Mas não é só a evaporação de cloro que pode modificar o gosto do líquido da vida, mas também a dissolução de gases do ambiente. Isso porque, quando você deixa a água parada no copo, pequenas quantidades de gás carbônico da atmosfera acabam se incorporando a ela, o que deixa o pH do líquido ligeiramente mais ácido e, logicamente, muda seu sabor. Além do gás carbônico, outros gases atmosféricos de menor concentração também podem acabar se dissolvendo na água, como acetona e aldeídos, que também acabam afetando o gosto dela.

E não é necessário muito tempo para que esses gases afetem a bebida: como uma pesquisadora que precisa sempre utilizar água pura em seus experimentos, Richardson revela a dificuldade para se conseguir isso. Se um copo fica coisa de meia hora parado em qualquer ambiente, essa água já não é mais considerada pura devido à dissolução dos gases atmosféricos nela. Além disso, o próprio oxigênio das moléculas de água também evapora com o tempo, e é outro dos motivos de a água “parada” ficar com um gosto estranho: em sua essência química, depois da evaporação do oxigênio e da dissolução de gases atmosféricos, ela já não é exatamente a mesma substância que você tirou da torneira.

Agora, se você está pensando na presença de microorganismos ou bactérias, não há tanto com o que se preocupar. A presença de micróbios ou fungos na água (claro, caso ela seja potável) só começa a aparecer depois de vários dias que a água ficou parada no copo em contato com o ambiente (também, claro, considerando que ela não tenha sido visitada nesse meio tempo por nenhum agente externo, como um mosquito que pousou na superfície e botou seus ovos por lá).

Assim, mesmo que esteja com um gosto estranho, beber a água que passou a noite toda parada no copo é totalmente seguro. Mas, se você esqueceu a água no copo na cabeceira da cama, foi viajar de férias e ficou fora de casa vários dias, a recomendação é que jogue fora aquela água "velha" e lave bem o copo antes de usá-lo de novo, pois é possível que nesse meio tempo aquele lugar tenha se tornado a nova casa de uma família de bactérias.

Fonte: Wired

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.