Brasileiros preferem utilizar smartphone em vez do PC para acessar internet

Por Eduardo Hayashi | 24 de Julho de 2018 às 14h25
Rawpixel/Depositphotos

A presença cada vez mais constante dos aparelhos móveis nas nossas vidas deixou de ser novidade faz tempo. Além disso, os smartphones ganham ainda mais espaço em atividades simples como acessar a internet, algo que há alguns anos era feito predominantemente em computadores. No entanto, este cenário mudou muito nos últimos anos, conforme aponta a pesquisa divulgada pela Cetic.br.

Por meio de um censo anual, conduzido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil, que aborda o uso de tecnolgias de informação por domicílio no país, os resultados da pesquisa apontaram que, pela primeira vez, o número de brasileiros que tem acesso à web pelo celular ultrapassou o número misto de pessoas que utilizam tanto o computador quanto o smartphone.

Conforme os dados divulgados, das 120,7 milhões de pessoas que navegaram na internet nos últimos três meses, 49% dos entrevistados informaram que utilizam apenas o aparelho móvel para acessar sites, enquanto 4% usam somente o computador e 47% usam ambas as tecnologias. Ainda de acordo com os resultados, a estimativa é de que uma em cada cinco residências brasileiras possuem o acesso à internet sem ter um PC.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Discrepância entre classes sociais

Outra informação relevante do estudo é de que, embora o aumento da adoção de smartphones no país seja significativa, ainda há discrepâncias entre as diferentes classes sociais.

Ao passo em que a classe A está quase que completamente conectada, com 99% das pessoas conectadas, a classe C tem 69% das casas com conexão com a rede e as classes D e E somam apenas 30% residências com a acesso à internet. Nas casas desconectadas, questões como o valor do serviço de conexão, o desinteresse e a falta de habilidade foram as principais justificativas.

A pesquisa da Cetic.br teve como base a opinião de 23 mil pessoas, obtidas em 350 municípios brasileiros.

Fonte: Folha de S. Paulo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.