Cirque du Soleil está testando impressoras 3D na criação de seus trajes

Por Redação | 09 de Janeiro de 2015 às 13h29

É muito provável que você já tenha ouvido falar sobre o Cirque du Soleil, um dos circos mais famosos do mundo. Isso acontece pelo fato de que esta trupe é composta por ex-atletas olímpicos e outros profissionais de peso, permitindo a composição de números complexos que fazem o queixo dos expectadores caírem. Sendo assim, a fama dessa grande equipe foi embasada na dificuldade dos movimentos executados.

Para dar inúmeras piruetas, cambalhotas e outros passos, as fantasias utilizadas durante os shows precisam estar milimetricamente ajustadas ao corpo dos artistas. Por conta disso, o Cirque du Soleil está testando o uso de impressoras 3D no processo de fabricação desses trajes, com o objetivo de tornar esse trabalho o mais rápido e preciso possível, assim como afirmado em um making-of feito no Canadá e divulgado pelo pessoal do site TechWorld.

Tudo começa com um scanner do modelo Handyscan 3D, que armazena dados de todos os membros da trupe, incluindo malabaristas, acrobatas e palhaços. Todo mundo que utiliza uma fantasia acaba tendo um busto feito de resina, peça utilizada para que os estilistas façam medições e desenvolvam os trajes sem a necessidade de parar o treinamento dos artistas, algo que resulta em praticidade e velocidade.

Nessa etapa da produção já há a presença de impressoras para a produção dos bustos. Agora, com o preço dos produtos cada vez mais acessível e com a densidade deles melhorando, o Cirque du Soleil espera utilizar esses aparelhos com maior frequência. Não há maiores detalhes destes planos, mas caso o sistema de bustos continue a dar resultados positivos, pode ser que as impressoras tenham um lugar definitivo na trupe.

O TechWorld ainda ressalta que a tecnologia não é algo estranho para o grande circo. Isso porque eles se apresentam em todos os continentes, fazendo da tecla SAP uma ferramenta de grande importância. Além disso, os shows necessitam de um controle de som e luzes muito grande, dependendo de aparelhos eletrônicos e softwares para acontecerem.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!