Publicidade

Presidente do Banco Central europeu diz que "criptomoedas não valem nada"

Por| Editado por Claudio Yuge | 25 de Maio de 2022 às 23h00

Link copiado!

Alesia Kozik/Pexels
Alesia Kozik/Pexels

Christine Lagarde, a presidente do Banco Central europeu, declarou em uma entrevista para um canal de televisão holandês que "as criptomoedas não valem nada". Ela pede maior regulamentação para o setor, que segundo suas próprias palavras, é “altamente especulativo”.

“Minha avaliação muito humilde é de que [as criptomoedas] não valem nada”, disse Lagarde, em entrevista à mídia da Holanda, no último domingo (22), ao comparar as criptomoedas com o euro digital, com previsão de ser lançado nos próximos quatro anos.

“O dia em que tivermos a moeda digital do Banco Central, o euro digital, eu garanto — o Banco Central [europeu] estará por trás disso e acho que é muito diferente de muitas dessas coisas”, explicou, comparando as criptomoedas com as moedas digitais dos bancos governamentais mundo afora.

Continua após a publicidade

De fato, sua descrença nas criptomoedas não é nova, ela já explicou em entrevistas anteriores que seu receio também está relacionado ao impacto que as moedas digitais tem no meio ambiente, além do potencial uso desses ativos com lavagem de dinheiro e evasão de sanções.

Pesquisa do próprio Banco Central Europeu revela aumento de investidores

Embora Lagarde peça regulamentação e tente frear as criptomoedas, há uma adesão a esses ativos. A presidente do Banco Central da Europa, na entrevista, explicou não possuir criptomoedas, a fim de dar o exemplo. “Quero praticar o que prego”, disse.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Mas um fato interessante envolvendo Lagarde, foi a revelação feita por ela mesma durante a entrevista, de que um de seus filhos investiu em criptomoedas. "Ele é um homem livre", explicou.

Isso mostra uma correlação com os resultados de uma recente pesquisa divulgada pelo Banco Central europeu. O levantamento revela que cerca de 10% dos lares europeus possuem investidores de criptomoedas.

Outro número importante revelado pelo próprio Banco Central europeu foi o aumento de investidores institucionais, empresas que investem em nome de um grupo de pessoas ou companhias. A instituição constata que houve um aumento de 11% desse tipo de investidor — isso revela que os europeus veêm valor nas criptomoedas e pensam diferente de Lagarde.

Continua após a publicidade

Fonte: CNBC