Bitcoin se recupera, ultrapassa o ouro e se torna o melhor ativo de 2020

Por Felipe Ribeiro | 01 de Maio de 2020 às 20h00
Depositphotos

Um dito popular que muitos usam em períodos turbulentos cabe muito bem para o atual momento do Bitcoin: "Na crise, enquanto uns choram, outros vendem lenço". A criptomoeda, mesmo longe de seu melhor patamar, tornou-se o melhor ativo de 2020, ficando à frente do ouro, da prata e de outras criptomodedas. Segundo levantamento, o valor do Bitcoin cresceu por volta de 30% nos últimos quatro meses, mesmo com forte queda em março.

Para efeito de comparação, o ouro aumentou apenas 13% no mesmo período, enquanto a prata caiu 14% e o petróleo caiu mais de 70%. A recuperação do Bitcoin ocorre a menos de duas semanas antes de um evento raro conhecido como halving, em que o número de novos bitcoins criados cairá 50% — o que, segundo analistas, pode aumentar o valor da criptomoeda a níveis nunca antes vistos.

Outras criptos também tiveram um desempenho ainda melhor que o Bitcoin, como a Ethereum, que já acumula alta de mais de 60% em 2020.

Gráfico mostra evolução do Bitcoin em 2020/ Imagem: The Independent

Pandemia "colaborou"

Tanto o bitcoin quanto o ouro se beneficiaram do atual momento econômico causado pela pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2). Com a desaceleração do mercado e o colapso do mercado de ações pelo mundo, os investidores passaram a direcionar suas cifras em ativos que não sofressem tanto com essa onda. Ao analisarmos outros momentos de crise, o ouro sempre foi um refúgio para investidores e, ao que tudo indica, o bitcoin (que, assim como o ouro, é finito), também será.

"O Bitcoin vem avançando antes do halving de maio, com os investidores antecipando ansiosamente o impacto positivo de um aperto no fornecimento que ocorre uma vez a cada quatro anos. No momento, estamos alinhados para postar um aumento de 182% para o bitcoin desde os mínimos de dezembro de 2018, e o aumento que estamos vendo atualmente mostra um cenário de alta nos meses seguintes ao halving", disse Joshua Mahony, analista de mercado sênior da empresa de serviços financeiros IG, ao The Independent.

A cotação atual do Bitcoin é R$ 48.242,88.

Fonte: The Independent

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.