Por que o PS4 ainda é tão caro mesmo no fim da geração?

Por Wagner Wakka | 08 de Outubro de 2019 às 10h23
Pexels / MGN
Tudo sobre

Saiba tudo sobre PlayStation 4

Ficha técnica

O PlayStation 4 foi lançado pela Sony no final de 2013 e, quase seis anos depois, o preço do aparelho quase não se modificou. No Brasil, então, é possível ver até alta no valor do console, já que ele não é mais produzido por aqui há dois anos e o dólar não para de subir.

O videogame chegou ao mercado com preço de US$ 399, equivalente a R$ 1.620 hoje em dia. Contudo, após o lançamento do PlayStation 4 Pro, a versão mais simples teve redução de preço, caindo para US$ 300, perto de R$ 1.220 na atual cotação.

Passados tantos anos, por que o PS4 ainda continua tão caro? Ou melhor, por que o preço do PlayStation 4 não diminuiu com o tempo?

O principal motivo disso tudo é que a Sony não ganha efetivamente muito dinheiro com a venda do hardware, mas sim com os jogos. Assim sendo, ela concentra suas promoções neles, para aumentar o volume de vendas.

Para entender melhor todo esse modelo, é preciso primeiro saber quanto que a Sony gasta para produzir cada unidade do PS4.

Quanto custa fabricar um PS4? 

Segundo levantamento da empresa de pesquisa HIS, analisando o preço do videogame em 2013, ele custava perto de US$ 372 para ser feito. O grupo fez o chamado teardown do console, que é quando desmonta tudo para ver o que tem dentro.

Segundo a análise, somente o chip e o processador do PS4 já custam, pelo menos, US$ 188.

Preço de se fazer o consoles da Sony (Gráfico: Wagner Wakka/Canaltech)

Em maio de 2016, um executivo da Sony japonesa disse ao Eurogamer que a empresa perde cerca de US$ 60 com cada aparelho vendido. O custo é relativo não só à produção, mas também divulgação, logística e garantia do produto.

Em termos práticos, isso quer dizer que a Sony banca parte da compra do aparelho, pois ela ganha dinheiro mesmo é com software e serviços como a PSN.

Outro ponto é que a versão mais barata do PS4 foi lançada ao preço de US$ 399, sendo que o preço caiu para US$ 300. Somente a versão Pro é que ainda custa os US$ 399 no exterior.

O objetivo da Sony foi fazer com que os jogadores comprassem seus consoles, assinando a PS Plus e comprando os jogos para ele. A empresa ganha dinheiro mesmo é nesses pontos.

Outra estratégia da Sony é que o PS4 passar a ser rentável se o jogador comprá-lo com pelo menos um game no pacote. Como o título em lançamento custa exatos US$ 60, a Sony consegue eliminar aquele prejuízo de US$ 60 da equação com a venda casada.

Segundo o executivo, na entrevista ao Eurogamer na época, o comportamento do jogador é de levar, pelo menos, um título para casa com o console. Logo, a estratégia faz sentido.

PlayStation 4 mais barato

A Sony tem condições de diminuir o preço do aparelho com o tempo também. Isso porque, na medida em que o console desempenha bem no mercado, a companhia se sente mais confortável para negociar grandes produções, tornando o produto mais barato.

Com o tempo, as empresas terceirizadas que fabricam os consoles também já estão mais adaptadas, sendo que o custo de fabricação também acaba sendo menor.

Ou seja, durante a vida útil, de fato o PS4 vai custar menos para ser produzido. Então, por que não repassar essa redução para o cliente?

O primeiro ponto é o retorno. Novamente, como mostrado aqui neste texto, a Sony deixa de ganhar no lançamento do console somente para recuperar este montante lá na frente. Ou seja, somente agora ela lucra com a venda do aparelho.

Segundo relatório financeiro do primeiro trimestre fiscal divulgado pela Sony em junho de 2019, 32,2% de sua receita veio da venda de consoles. Contudo, quase metade (48,89%) do que entra na empresa é por causa de jogos e outros conteúdos de software.

Dados de receita em games da Sony, segundo relatório financeiro (Foto: Wagner Wakka/Canaltech)

Analisando o relatório fiscal de 2013, quando a Sony lançou o PS4, fica evidente que ela começou a produção com alto custo e depois conseguiu diminuir esse investimento.

Na parte do relatório relativo a previsões para o início de 2014, ela aponta que a receita deve ser maior “por conta de redução de custo do hardware do PS4”.

Destaque de redução de custo no relatório da Sony em 2014 (Foto: Sony)

Ou seja, como a Sony perdeu dinheiro para vender os primeiros consoles, não há espaço para grandes reduções no preço agora que ela está tendo uma boa receita com ele. Assim, dentro do modelo de negócio da empresa, ela já opera em uma faixa baixa de lucro, não justificando diminuir o preço ainda mais.

Quando o PS4 fica mais barato? 

Mesmo que o cenário não seja de previsão de queda do preço, há alguns momentos em que vale ficar de olho no preço do PS4.

Primeiro, como mostrado no início deste texto, a estratégia da Sony é fazer você comprar um console já com o jogo, o que torna o negócio lucrativo para ela. Assim, a empresa tem o hábito de fazer os famosos bundles, ou seja, pacotes com mais controles, jogos e até uma oferta de Playstation Network por alguns meses. Esses pacotes geralmente fazem o preço do console cair significativamente.

Outros momentos em que o preço dá uma reduzida é em grandes eventos como E3, Gamescom ou até na Brasil Game Show. Para estimular a venda, os lojistas entram em promoção.

Por fim, uma última dica é esperar a famigerada black friday, que é quando o varejo limpa o estoque para comprar novamente os produtos para o Natal. Nessa época, também é possível ver o console a preços bem interessantes.

Fonte: Eurogamer, Engaget, Sony

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Ofertas PlayStation 4

  • Amazon
    PlayStation 4 500GB Console - Uncharted: The Nathan Drake Collection Bundle ( Internacional )
    R$ 1.949,00 em 10x R$194,90 sem juros
  • Fast Shop.com.br
    Console PlayStation®4 Hits Bundle 1TB + 03 Jogos 49638
    R$ 2.399,00
  • Fast Shop.com.br
    Console Playstation 4 Hits Bundle 1 TB + 04 Jogos + Controle Dualshock 4 49851
    R$ 2.749,00