Por que a Sony não lança PlayStation todo ano?

Por que a Sony não lança PlayStation todo ano?

Por Lu do Magalu | Editado por Bruno Salutes | 07 de Abril de 2022 às 12h10
Unsplash/Caspar Camille Rubin

Vocês sabiam que o PlayStation 5 foi lançado quase sete anos depois do seu antecessor? Produzir um novo console leva muito mais tempo do que lançar um novo modelo de smartphone, por exemplo, e isso pode levantar uma dúvida: afinal, por que a Sony não lança PlayStation todo ano?

É que existem alguns motivos pelos quais é necessário esse grande espaço de tempo, chamado de "Geração de consoles". E hoje vamos falar sobre isso! Deem uma olhadinha na matéria para entender qual é o processo por trás de cada novo PlayStation!

Pensando no futuro

Gente, o PlayStation 5, atual console da Sony, foi anunciado em 2019, mas sua produção começou anos antes. Os principais estúdios da empresa apontam, ao longo dos dois primeiros anos de vida do aparelho, algumas melhorias de hardware e o que esperam para a próxima geração. É assim que começa a criação do console que veremos anos mais tarde.

Algumas dessas mudanças podem ser feitas ao longo da vida útil do console, mas outras precisam ser pensadas para o futuro. Por exemplo: uma das principais dificuldades que o PS4 tinha era o tempo de carregamento, para isso a Sony decidiu usar um SSD (sistema de armazenamento que processa as informações mais rápido que um HD) em seu último console.

Peças internas do PlayStation 5 dispostas em uma mesa (Imagem: Reprodução/Sony/YouTube)

Com essas informações reunidas, a empresa começa a pesquisar para entender onde o mercado vai estar anos mais tarde, sabe? Eles começam a ver as tendências que estão surgindo, tanto no mercado de games quanto na sociedade, e imaginam como isso vai estar lá na frente. Um trabalhão, né?

Produção e comercialização

Tem outro motivo pelo qual é demorado lançar um console, gente: o custo para produzir e comercializar um console é muito alto. Cada modelo tem um custo específico e imaginem que ele precisa estar presente em vários países, né?

Ou seja, mesmo com todo o estudo feito antes e todo o trabalho para criar as peças, ainda sim, tem uma pitada de incerteza no final. Mas é aí que entra o último ponto que falaremos sobre.

Marketing

Imaginem trabalhar durante anos em algo e no final não trazer o retorno esperado. A chance disso acontecer com uma empresa tão grande pode parecer difícil, mas é melhor prevenir do que remediar, né?

Entre rumores e teasers, o trabalho da equipe de marketing é deixar todo mundo no "hype" (empolgado) para o lançamento e comentando por aí, aumentando as chances das pessoas se interessarem mais pelo produto. Lembram quando o PS5 estava para ser anunciado? Todo mundo queria saber o design, o poder de seu hardware e quais seriam os jogos de lançamento. Isso precisa de tempo e muito esforço, mas o resultado vale a pena.

Foto de divulgação do design do PlayStation 5 e seu controle (Imagem: Reprodução/Sony)

No fim das contas, lançar um novo PlayStation é muito trabalhoso, longo e arriscado, assim como qualquer console, por isso o investimento é feito de maneira segura e pensado bem para frente.

Fiquem de olho que eu volto em breve com mais curiosidades sobre o mundo de games!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.