Sete vidas? Não! Gatos têm 7 traços de personalidade, segundo estudo

Sete vidas? Não! Gatos têm 7 traços de personalidade, segundo estudo

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 14 de Setembro de 2021 às 08h30
Jae Park/Unsplash

Um novo estudo da Universidade de Helsinque, na Finlândia, sugere que a personalidade e o comportamento de cada gato podem ser definidos usando uma combinação de apenas sete características. 

"Em comparação com os cães, menos se sabe sobre o comportamento e a personalidade dos gatos, e há demanda para a identificação de problemas e fatores de risco relacionados. Precisamos de mais compreensão e ferramentas para eliminar comportamentos problemáticos e melhorar o bem-estar dos gatos. Os desafios comportamentais mais comuns associados aos gatos estão relacionados à agressão e eliminação inadequada [urinar ou defecar em casa]", apontam os pesquisadores.

O estudo se deu a partir de um questionário, preenchido pelos tutores dos gatos. O questionário pedia às pessoas que informassem, entre outras coisas, sexo, idade, raça, cor da pelagem e atividade principal do gato. A amostra final foi composta por 4.316 gatos. Os pesquisadores foram capazes de reduzir os traços do gato a cinco traços de personalidade e dois traços comportamentais:

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

  • Atividade / diversão
  • Medo
  • Agressão com os humanos
  • Sociabilidade com os humanos
  • Sociabilidade com gatos
  • Problemas com a caixa de areia
  • Limpeza excessiva
(Imagem: Karina Vorozheeva/Unsplash)

Os resultados também revelaram que raças diferentes tendem a traços de personalidade diferentes. Em suma, a equipe acredita que o modelo de pesquisa pode ser uma ferramenta útil para entender como os gatos agem. Além disso, os dados coletados ajudaram a fazer um esboço de como as personalidades dos gatos podem variar, bem como fornecer uma base a partir da qual pesquisas futuras podem ser conduzidas.

Em estudos futuros, a ideia é utilizar modelos mais complexos para examinar fatores que afetam traços e comportamentos problemáticos. De qualquer forma, você pode ver a pesquisa completa aqui.

Fonte: Science Alert

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.