Dois homens são presos por pornografia infantil e estupro virtual no RJ

Por Ares Saturno | 28 de Novembro de 2018 às 14h07

Dois suspeitos foram presos pela Polícia Civil do Rio de Janeiro na última terça-feira (27), sob alegações de prática de estupro virtual, pornografia de vingança e pedofilia.

Carlos André Cesário de Araújo, de 19 anos, já estava sendo observado pelos policiais e foi preso em flagrante em sua casa, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após os agentes encontrarem pornografia infantil em seu computador pessoal.

Já Leonardo Vieira da Silva, de 22 anos, foi preso sob a acusação de ter estuprado uma mulher e sua filha de apenas seis anos de idade, após dopá-las. Leonardo também gravou os crimes, ameaçando a mulher com a exposição das imagens na rede, o que configura crime de estupro virtual.

Segundo a delegada de Atendimento à Mulher Fernanda Fernandes, a prática do estupro virtual é cada vez mais comum: "Guardar, compartilhar, divulgar fotos de videos e imagens pornográficas, imagens íntimas, imagens envolvendo estupros, ato sexual da vítima sem o consentimento dela. Tudo isso é crime. Ainda que não seja você que tenha gravado, ainda que não seja você que esteja se relacionando com essa vítima", afirmou a delegada. As penas para esse tipo de crime podem chegar a oito anos de prisão.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.