Social Rehab auxilia "dependentes" de smartphones a controlarem o vício

Por Redação | 08 de Agosto de 2012 às 09h20

Não é difícil encontrarmos por aí pessoas totalmente viciadas em seus smartphones. A todo momento, estão conferindo o Facebook, tirando uma foto para postar no Instagram, tuitando uma novidade, marcando um novo check-in, mandando um torpedo para alguém, batendo papo no messenger, etc. Se você se identificou com tudo isso, saiba que está se tornando um anti-social. É hora de deixar o smartphone um pouco de lado e conseguir ajuda com o Social Rehab.

Criada por Rhys Hillman, Sarah Chan e Scarlett Montanaro, a campanha da reabilitação social destina-se àqueles que dão mais valor a um smartphone conectado à internet que à vida social ao seu redor.

O trio criou um divertido kit que traz um óculos que funciona como um filtro do Instagram, papeizinhos de anotação para você escrever tudo que está fazendo, como no Twitter, adesivos "Like" para você pregar em tudo aquilo que você curtiu, inclusive nas pessoas, e um bloquinho para você desenhar quando tiver vontade, como no Draw Something.

Segundo os criadores da campanha, o assunto é mais sério do que imaginamos. Eles afirmam que uma pessoa verifica o celular aproximadamente 150 vezes por dia! E os absurdos não param por aí: 24% das pessoas deixam de viver momentos importantes com os amigos enquanto tiram uma foto com o smartphone para enviar ao Instagram ou ao Facebook. 10% dos jovens com menos de 25 anos enviam SMS durante o ato sexual (perguntamos: para quem, contando o que?).

O Social Rehab ainda traz algumas regras de "sobrevivência" para que você as envie para os amigos que sofrem de péssimos hábitos ao celular ou, quem sabe, para você mesmo entender que o mundo não gira em torno de um smartphone:

  • Saiba onde é a saída: retire-se para atender o telefone ou fazer uma chamada;
  • Não deixe o smartphone sobre a mesa do bar;
  • Ao sair com amigos, deixe-o em modo silencioso;
  • Mantenha seus olhos em contato com as pessoas ao redor, e não com a tela do celular;
  • Não faça spam nas redes sociais detalhando cada momento de sua saída;
  • Se tudo isso falhar, tente deixar o telefone na bolsa, mochila - ou em casa.

Curioso para conhecer um pouco mais sobre a campanha? Leia tudo sobre o Social Rehab no site oficial (em inglês).

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.