Última parte da franquia 'Divergente' pode não ser lançada no cinema

Por Redação | 21.07.2016 às 17:30
photo_camera Lionsgate

Com o fracasso de bilheteria e crítica de Convergente, primeira parte do fim da série Divergente, parece que a produtora Lionsgate quer repensar o destino da série pós-apocalíptica estrelada por Shailene Woodley (Tris Prior) e Theo James (Quatro).

Este seria o quarto filme da série e tinha data prevista para 9 de junho de 2017. A revista americana Variety publicou que a série pode não ser lançada no cinema, mas terá sua conclusão em um filme para TV, depois sendo expandida para uma série spin-off contendo novos personagens. A fonte da revista é "alguém que tem conhecimento sobre a situação".

Os dois primeiros filmes da série - Divergente e Insurgente - se saíram muito bem nas bilheterias, mas o mesmo não aconteceu com o terceiro episódio da franquia. Tendo em vista dois grandes títulos que serão lançados em junho de 2017 - Guerra Mundial Z 2 e um remake de A Múmia - a revista aponta que a Lionsgate quer repensar a estratégia.

A equipe de produção televisiva vai cuidar da parte dois de Convergente. "A ideia é finalizar a história envolvendo os personagens atuais e introduzir um novo elenco que continuaria então na série, de modo tradicional ou em streaming", diz o artigo.

Não há confirmação se Shailene Woodley, Theo James, Ansel Elgort (Caleb Prior) ou o restante do atual elenco irá retornar para a versão televisiva.

A Lionsgate não quis comentar o caso.

Fontes: Variety, Legião de Heróis