Publicidade

Segredos de Um Escândalo | A polêmica história real que inspirou o filme

Por| Editado por Durval Ramos | 12 de Janeiro de 2024 às 19h00

Link copiado!

Reprodução/Netflix
Reprodução/Netflix

Janeiro já começou com boas estreias no cinema, e o próximo filme a chegar às telonas é Segredos de Um Escândalo, um drama que conta uma história verídica de abuso infantil. Protagonizado pelas vencedoras do Oscar, Julianne Moore e Natalie Portman, a obra mostra o romance de Gracie e Joe, um casal que vive no interior dos Estados Unidos, onde criam seus filhos. Acontece que o namoro deles começou quando Joe tinha apenas 13 anos, enquanto Gracie já era uma mulher de 36.

Na trama, Portman vive Elizabeth, uma atriz que viaja para conhecer o casal e estudar a personalidade de Gracie para poder interpretá-la em um filme independente. Só que, à medida que ela se aproxima deles, sua presença vai se tornando incômoda e faz Joe refletir como perdeu boa parte da sua juventude se relacionando tão precocemente com a esposa.

Continua após a publicidade

Com uma trama tão polêmica, o filme do diretor Todd Haynes —  que  também assina Carol — tem tudo para chamar a atenção do público e despertar a curiosidade sobre esse caso que aconteceu em 1996.

A verdadeira história de Segredos de Um Escândalo

Apesar do enredo do filme focar na vida do casal pós-escândalo, ou seja, quando eles já estão mais velhos e estruturados, quase toda a trama é verídica. A diferença é que Elizabeth, a atriz vivida por Portman, não existe, e o nome dos protagonistas foram trocados. Gracie na verdade é Mary Kay Letourneau e Joe é Vili Fualaau.

Continua após a publicidade

Eles se conheceram em 1991, quando Vili tinha apenas oito anos e estudava na Shorewood Elementary School,  mesma escola em que Mary dava aulas. Ele vinha de uma família pouco estruturada e tinha mais 17 irmãos. 

Nos anos seguintes, os dois tiveram apenas contatos profissionais e Mary ajudou o menino a se desenvolver artisticamente. Foi em 1996 que a relação ganhou outros rumos, quando Fualaau apostou com uma prima que conseguiria conquistar a professora. Foi assim que, no acampamento de verão daquele ano, ele passou a cortejá-la, chamando-a de "minha namorada".

Continua após a publicidade

Mary levou a brincadeira a sério e, nos meses que se seguiram, os dois passaram a trocar cartas e bilhetes apaixonados. Não demorou muito para que o romance evoluísse para uma relação sexual.

A descoberta do relacionamento

Apesar de tentar manter o namoro em sigilo, em 1996, um policial que patrulhava a marina da cidade de Des Moines foi verificar um carro suspeito e descobriu o casal. Na época, Mary conseguiu convencer o agente de que eles estavam apenas conversando e tinham uma relação de professor-aluno. A mãe de Vili foi chamada, mas também disse que acreditava em Mary.

Continua após a publicidade

Nos meses seguintes, Vili passou a frequentar a casa de Mary e a conviver com seu marido e seus quatro filhos. Os boatos, no entanto, começaram a correr na cidade e, em 1997, Steve, o marido de Mary, encontrou os bilhetes românticos que os amantes trocavam. Ele deixou a casa da família e um parente dele denunciou Mary à polícia.

Em março do mesmo ano, a professora foi presa e acusada de estupro de vulnerável. Para seu advogado, a mulher falava que não entendia porque manter um relacionamento com seu aluno de 13 anos era ilegal.

Quando aceitou se declarar culpada e fazer um acordo com a promotoria, Mary foi sentenciada há seis meses de prisão e avisou que estava grávida. Ela teve sua filha Audrey na cadeia, e conseguiu ser libertada depois de cumprir metade da pena sob condição de não se aproximar de Vili depois que saísse da prisão.

Continua após a publicidade

Não demorou muito, no entanto, para que ela procurasse pelo rapaz. Quando foi novamente pega pela polícia, Mary foi presa e sentenciada a sete anos de prisão. Ela estava grávida novamente e sua filha Georgia também nasceu atrás das grades.

A morte de Mary

Durante o tempo em que ficou presa, Vili criou as duas filhas do casal com a ajuda de sua mãe, e quando a Mary saiu eles se casaram, já que o rapaz agora era maior de idade. Os dois viveram 12 anos casados e se separaram em 2017, a pedido de Vili.

Continua após a publicidade

No ano seguinte, Mary foi diagnosticada com câncer de cólon, e dois anos depois, em 2020, faleceu aos 58 anos. Tanto Vili quanto seus filhos ficaram ao seu lado durante a partida.

O que pensa Vili Fualaau?

Dois meses após sua ex-esposa morrer de câncer, Fualaau deu declarações à imprensa estadunidense dizendo que, agora adulto, entende a situação a qual foi submetido e que, se sentisse atração por uma pessoa de 13 anos, procuraria ajuda.

Continua após a publicidade

Lembrando que o pós escândalo da história de Vili e Gracie está retratado no filme Segredos de Um Escândalo (ou May December, no original) que chega aos cinemas no dia 18 de janeiro.