Disney decide recontratar James Gunn para dirigir Guardiões da Galáxia 3

Por Renato Mota | 15 de Março de 2019 às 20h40
Tudo sobre

Walt Disney Company

Saiba tudo sobre Walt Disney Company

Ver mais

Depois de uma demissão polêmica, parece que a Disney voltou atrás e vai recontratar James Gunn para dirigir Guardiões da Galáxia 3. A decisão, de acordo com o Deadline, foi feita meses atrás, após conversas com a chefia dos estúdios da Disney e a equipe da Marvel Studios.

Gunn foi demitido após uma série de tweets que ele publicou entre 2008 e 2011 (antes de ser contratado pela Disney) serem desenterrados por membros da alt-right norte-americana na esteira do movimento #metoo como uma forma de contrapô-lo. As mensagens brincavam com temas como pedofilia e estupro. Desde então, o diretor fez diversos pedidos públicos de desculpas e reconheceu seus erros.

Desde o início da polêmica, Gunn recebeu apoio do elenco de Guardiões da Galáxia. Um dos mais vocais foi o ator Dave Bautista, o Drax, que chegou a afirmar que gostaria de entrar para o elenco de Esquadrão Suicida 2, quando Gunn foi anunciado como diretor. Karen Gillan, que faz a Nebula, publicou uma carta aberta assinada por todo elenco principal (Chris Pratt, Zoey Saldana, Dave Bautista, Vin Diesel, Bradley Cooper, Sean Gunn, Michael Rooker e Pom Klementieff) em apoio ao diretor.

Essa movimentação deu certo para Gunn. Segundo o Deadline, depois da demissão, o presidente da Walt Disney Studios, Alan Horn, encontrou-se com Gunn em várias ocasiões para discutir a situação. Persuadido pelo pedido público de desculpas e por como ele lidou com a situação depois, Horn decidiu reverter o rumo e recontratar o diretor.

Um dificultador para sua volta ao Universo Marvel é o já citado compromisso com a Warner/DC para conduzir o reboot do Esquadrão Suicida. Por isso, a Marvel Studios teria concordado em só iniciar a produção de Guardiões 3 depois de terminado o trabalho no filme da concorrente.

Ainda segundo o Deadline, apesar das especulações de que Taika Waititi (Thor: Ragnarok) e Adam McKay (Vice) poderiam assumir Guardiões, nunca houve outra opção dentro da Disney que não tenha sido Gunn. Das poucas declarações do chefão da Marvel Studios, Kevin Feige, sobre o filme, uma certeza era de que utilizaria o roteiro original do diretor dos dois primeiros longas.

Fonte: Deadline

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.