Capitão América: Guerra Civil teria final com "zumbis"

Por Redação | 26 de Agosto de 2016 às 18h55

Capitão América: Guerra Civil seria bem diferente do que vimos nos cinemas quando ele estava no início de sua produção, segundo relatos dos diretores Joe e Anthnoy Russo. Como eles ainda não tinham a confirmação de que Robert Downey Jr. poderia participar do longa e assim criar a trama que eles levaram para o cinema, o terceiro ato que eles imaginaram para a história usaria uma bomba que 'zumbifica' as pessoas.

"Houve um período em que discutimos um terceiro ato que envolveria a Bomba da Loucura, que existe na mitologia do Capitão América. Isto não teria nada a ver com Guerra Civil, algo que seria impossível sem Downey Jr., então alguém deu a ideia de que o terceiro ato poderia ser sobre isso, uma bomba que deixa as pessoas enlouquecidas. Ela basicamente zumbifica quem é contaminado por ela", afirmaram os irmãos Russo.

Capitão América: Guerra Civil

O mais curioso da declaração dos diretores é que a Bomba da Loucura já havia sido utilizada em um dos episódios da série Agente Carter. Entretanto, o ponto que agradava os dois para cogitar este tipo de artifício era colocar o Capitão América contra as pessoas que ele havia prometido proteger.

"O conceito da Bomba da Loucura colocaria Steve Rogers para enfrentar cidadãos comuns, mas como ele lidaria com isso? Nós sempre tentamos colocar algum tipo de questionamento moral por causa da sua natureza. Assim, o terceiro ato deixaria o herói numa situação incomum, afinal se os cidadãos são os antagonistas, como ele poderia vencer sem matá-los? Ainda existe o componente emocional de alguém que você conhece ser alvo da bomba e agora ter que enfrentá-lo", comentaram os Russo.

Esse terceiro ato só foi cogitado nas primeiras conversas sobre o roteiro do filme, quando não havia a ideia de que seria possível recriar a batalha de ideais entre Homem de Ferro e Capitão América. A Bomba da Loucura transformaria a forma que o Barão Zemo agiria no filme, caso ele fosse o principal vilão da trama, e não precisaria de tantos heróis, principalmente se ainda tivesse que introduzir o Homem-Aranha.

Via Collider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.